sábado, 5 de outubro de 2013

Gostos e desgostos

Há amargura e ceticismo.

Mas também há doçura e esperança.

Há cheiro de esgoto.

Mas também há o perfume das flores.

Há olhos ressecados pela poluição.

Mas também há olhos que ainda brilham.

Há a preocupação da sobrevivência e das responsabilidades.

Mas ainda há o sorriso descompromissado das crianças.

Há ódio e desprezo.

Mas também há amor e palpitação no peito.

Há, ainda, um mundo a descobrir, e redescobrir, e redescobrir.

Com seus gostos e desgostos.

E o mais importante...

Há vida.

2 comentários:

B. disse...

O que mais importa é encontrar uma forma de ressignificar cada momento de nossas vidas.

Bruno Mello Souza disse...

Concordo, B.! Muito obrigado pelo comentário! Bjs.