segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Pós diversão

Escuridão na espera.

Não vejo nada, não preciso disso.

Uma delícia, mais um dia!

Que delícia, mais uma noite!

E qual a próxima brincadeira?

E qual o próximo deboche?

Venha rir, eu amo isso.

E estou rindo até explodir.

Cansado, mas amanhã nascerei novamente.

Tão cansado, mas amanhã morrerei novamente.

E não me importo com isso.

E não me importo com nada.

E quero apenas não querer.

Nenhum comentário: