domingo, 25 de agosto de 2013

Ossos triturados

Mar calmo me afogando lentamente.

Te vejo, não reajo, apenas penso.

Fugindo de mim mesmo e do que estou sentindo agora.

Longe, você está tão próxima.

E tento quebrar a maldição, antes que você me esqueça.

Estou sendo consumido, levado para as profundezas.

E se você não me vê, o que me sobra?

E se mais uma vez eu não conseguir, o que devo fazer?

Esperando e esperando.

Amanhã ou depois...

Mês que vem...

Ano que vem...

Ou na próxima encarnação...

Não, eu não pedi por isso.

E a tortura parece não ter fim.

Triturando meus ossos, esmagando meu coração.

........................................................
Participe da campanha de doação de medula óssea e concorra a uma camiseta e um dvd oficiais do Inter. Mais informações em: http://dilemascotidianos.blogspot.com.br/2013/08/campanha-de-doacao-de-medula-ossea.html 

Nenhum comentário: