terça-feira, 16 de julho de 2013

Desejos

Diga-me quem você foi.

Diga-me quem você é.

E diga-me quem você pode ser.

Os significados estão muito claros.

E a distância não conseguirá trapacear.

Tudo que ainda me faz bem ainda persiste.

Espero, e espero, e espero.

Posso esperar mais, mas estou ansioso demais.

A noite passou, e não consegui dormir.

Os pensamentos imploravam sua permanência, mesmo que arrastada e sem nexo aparente.

Algumas imagens eram suficientes, batendo à porta.

Elas estavam refletindo os desejos que parecem explodir o meu corpo e a minha alma.

E eles só aumentam, sempre aumentam.

Queria ser melhor, e queria ter alguma resposta.

Quando existo, me sinto mais feliz.

Mas não é qualquer um que consegue, você sabe disso.

Sim, eu ainda tenho alguns sonhos.

Sim, ainda tenho motivos para caminhar.

Me dê logo o aval.

Estou precisando sorrir.

Nenhum comentário: