terça-feira, 28 de agosto de 2012

Usado

- Gilberto, meu querido, precisamos conversar.
- Sim, Carla... Pode dizer... Peraí só um pouquinho... Ei, garçom! Traz mais um espumante aqui pra moça, por favor! Bom... Agora assim... Pode falar, meu bem.
- É o seguinte... Não tá mais dando certo... 
- Ué? O que houve?
- Sabe... Simplesmente a relação se desgastou...
- Poxa vida... E não tem nada que possamos fazer pra reverter isso?
- Não, meu bem. Desculpa. Desculpa mesmo. Foi maravilhoso. Te usei muito, e nunca vou me esquecer disto. Sempre vou lembrar com muito carinho de cada momento em que eu te usei. Logo que nos conhecemos, quando você pagou aquela continha atrasada, lembra? Teve também o dia em que você se prestou a levar a mamãe naquele bingo clandestino. Foi uma demonstração linda! E quando você ia comigo na casa do meu ex e esperava pacientemente lá fora enquanto a gente... Enfim... Er... Cuidava ... Er...
- Da papelada do divórcio?
- Isso! A papelada do divórcio! Depois as jóias, os vestidos... Aquela vez em que você me comprou aquela bolsa, lembra?
- Sim... Era uma bolsa linda...
- Postei até uma foto dela no Facebook!
- E... Você vai excluir?
- Ai, meu bem... Infelizmente, né? Foi algo que passou...
- Ai, amor... Por favor, não fale assim! Onde foi que eu errei? Foi aquele dia em que me descuidei com o horário e nos atrasamos três minutos no aniversário da sua irmã? Eu juro que não vai se repetir! Não me deixe! Me use mais! O que vai ser de mim sem você me usando? Pelo amor de Deus! Eu prometo mudar! Posso ser usado de uma maneira muito melhor e mais eficiente! Não deixe de me usar!  
- Não, querido. Não dá mais. A vida é assim, meu bem... Não quero te ver mal... Não mesmo. E sei que você vai ficar bem. Vai encontrar alguém que realmente te mereça, alguém que vai te usar muito, muito melhor do que eu.
- Não, Carla! Não! Eu preciso ser usado por você! 
- Não fique assim, amor... Bom, agora eu tenho que ir embora.
- Assim, sem mais nem menos? Não vai terminar o espumante? E você... Não vai dar nem uma última "usadinha"?
- Não, Gilberto. Vou agora mesmo... E pagarei a metade da conta. 
- Mas... Por quê?
- É melhor assim. É melhor pra nós dois.

Nenhum comentário: