quarta-feira, 18 de julho de 2012

Transtorno

Psiquiatra: - Dona Beatriz, senhor Paulo... O que se passa com o Vitor? Por que vocês trouxeram ele aqui?
Beatriz: - Ai, doutor... Ele tem tido comportamentos estranhos... Talvez sejam as más companhias na rua... O senhor sabe como são os adolescentes... Volúveis, influenciáveis...
Paulo: - Sim! E a gente vem notando essas coisas aos poucos... Mas... Chegou ao limite!
Psiquiatra: - O que ele tem feito?
Paulo: - Ele já tava dando uns sinais estranhos... Num sábado à noite, flagrei ele no quarto vendo... Zorra Total!
Psiquiatra: - Hum... É... É meio típico... Já atendi outros pacientes com esse transtorno...
Beatriz: - Não, doutor... O senhor não tá entendendo... Esta é apenas a ponta do iceberg...
Paulo: - Sim! A gente já tinha estranhado isso do Zorra Total. Mas, realmente... Também tínhamos conhecimento de outras pessoas que viam Zorra Total... Já ouvimos falar até de pessoas que achavam graça do Zorra Total... Mas ficou tudo mais sério...
Psiquiatra: - E como foi?
Beatriz: - Teve um dia que eu e o Paulo saímos para jantar... E o Vitor ficou sozinho em casa... Voltamos mais cedo, porque o restaurante estava lotado e não tínhamos feito reserva... Bom... Quando chegamos... Ai, amor, fala você...
Paulo: - Quando chegamos... Ele tava vendo... Er... Ele tava vendo... O filme aquele, do Bruno Mazzeo... E... Oh, meu Deus... Como vou dizer isso? Ele tava vendo o filme do Bruno Mazzeo e... Rindo!
Psiquiatra: - Nossa! Mas esse é um caso novo! Nunca tinha me deparado com algo semelhante!
Beatriz: - Não, doutor! O pior ainda está por vir! Isso nos chocou, mas ainda estávamos pensando que era algo passageiro... Bruno Mazzeo é sem graça, sem talento, mas... É um babaca. Talvez ele estivesse rindo por causa da vergonha alheia!
Psiquiatra: - Ah, pais... Entendo vocês... É assim mesmo... Ocorre um processo de negação... Vocês não queriam acreditar que aquilo estava acontecendo... É natural...
Paulo: - Pois bem, doutor... Ele continuou meio estranho... Agindo estranho... E aí... Um dia, eu e a Beatriz tivemos que revistar as gavetas do Vitor enquanto ele estava na rua... Foi um ato de desespero!
Psiquiatra: - Sim, compreendo...
Paulo: - Pois bem... Estava acontecendo o pior... Encontramos... Beatriz, fale você, agora...
Beatriz:: - Doutor... Encontramos... Um ingresso para o novo filme do Bruno Mazzeo, no cinema! Foi uma sensação horrível! Um choque! Enquanto ele fazia isso em casa, até vá lá... Mas.. Na rua? Na frente dos outros? O que eles vão dizer?
Paulo: - Sim! E o desgosto? E a humilhação? E as pessoas apontando para a gente na rua? Quem vai compensar tudo isso?
Beatriz: - Ai, meu Deus! O que eu fiz pra merecer isso? Oh, meu Deus, meu Deus!
Psiquiatra: - Pois bem, senhores... Só consigo vislumbrar uma solução... É algo drástico... Mas... Teremos que internar o Vitor... Ele vai ter que passar por uma fase de desintoxicação... Ouvir piadas engraçadas... Enfim... Teremos que reeducá-lo, fazê-lo voltar a ter uma vida normal. Vai ser um processo de reciclagem.
Paulo: - Bom, doutor... Se é o melhor a fazer...
Beatriz: - Pois é... Acho que não tem jeito... Acorrentá-lo em casa, desligar a tv e o dvd... Acho que não ia adiantar muito... Ele só ia se revoltar mais... Talvez ele até começasse a... Cruzes... Agir como o Bruno Mazzeo!
Paulo: - Meu Deus, Beatriz, não fale uma coisa dessas! Tenho certeza de que ele vai se curar!
Psiquiatra: - É... Vai ser difícil... Mas vamos fazer um tratamento adequado, científico... Confiem no nosso trabalho.
Paulo: - Confiaremos, doutor... Confiaremos...
Beatriz: - E rezaremos, também! Rezaremos muito! Vou acender quantas velas forem necessárias! Deus vai trazer o nosso filho de volta! Eu tenho fé!  

6 comentários:

Diogo Marcelo de Oliveira disse...

obrigada pela visita seu blog também e muito legal
http://diogo-seriesefilmes.blogspot.com.br/

Bruno Mello Souza disse...

Valeu, Diogo!

Volte sempre!

Diogo Marcelo de Oliveira disse...

oi postei sobre a série que você indicou continue me indicando séries obrigada http://diogo-seriesefilmes.blogspot.com.br/2012/07/seinfeld.html

Drake Soptz disse...

Curte seu blog! Seguindo
http://vivendoemorbita2.blogspot.com.br/

Bruno Mello Souza disse...

Bacana,Diogo!

Seinfeld é demais! Darei uma olhada na matéria!

Abraço!

Bruno Mello Souza disse...

Olá, Drake!

Obrigado pelo comentário e por seguir o DC!

Visitarei seu blog!

Abraço.