quarta-feira, 4 de julho de 2012

Masturbação ideológica

- Ai, ai... Ui... Isso, isso... Humm... Humm...
- Filho, você deixou a porta aberta e... Meu Deus!
- Mãe!
- O que você está fazendo? Levanta essa calça!
- Sim, sim...
- Se masturbando, filho? Céus!
- Eu posso explicar...
- O que você tá vendo nesse computador? Sai daí! Eu vou ver!
- Mãe...
- Fotos do Che Guevara? 
- Mãe... Deixa eu tentar...
- E o papel de parede... Marx?
- Er...
- Os downloads, aqui... Deixa eu ver... Hino da Internacional... Fotos do Marx, do Engels, do Trotsky... Vídeo sobre a Revolução Russa!
- É que...
- E debaixo da cama, deixa eu ver! Aqui! "O Capital"! Olha só! As páginas todas grudadas!
- Mãe... Por favor...
- Você é um... É um... Masturbador ideológico?!
- É difícil pra mim... Mãe...
- Isso é sério, filho! É por isso que você demora tanto no banho também?
- Er... Sim, mãe... Eu fico imaginando várias coisas... Eu fico pensando... Na teoria da mais-valia... Na revolução... Ai, eu imagino a ditadura do proletariado... A sociedade sem classes...
- Filho, você tem que parar com isso! Você está se matando aos poucos! Você precisa de ajuda!
- Não, mãe! Não! Não preciso!
- Quem sabe uma Playboy? Uma Sexy? Sites de pornografia? Você precisa ser um garoto normal! Ter uma vida mais saudável!
- Não, mãe! Essas mulheres gostosas peladas são o símbolo de uma sociedade capitalista opressora que objetifica o ser humano, tornando-o mercadoria! Não posso fazer parte disso!
- Vou ligar pra uma clínica! Você não pode ficar assim! 
- Não, mãe, por favor!
- Desculpa, filho. É para o seu bem. Isso vai acabar te matando.
- Não, mãe! Nããããooo!!!

Nenhum comentário: