quarta-feira, 18 de julho de 2012

Derrota para a conta de D'alessandro


A derrota colorada ontem, para o Atlético Mineiro, vai basicamente para a conta do capitão do Inter.

D'alessandro foi expulso de maneira infantil, estúpida, imbecil e irresponsável.

Colocou um Internacional que já estava aos pedaços em uma enrascada sem tamanho.

Com muita luta, principalmente da garotada, o Colorado até tentou.

Mas foi inapelavelmente derrotado.

Não sei se D'ale quer ficar no Inter.

A julgar pelo que fez no Independência, parece que está insatisfeito com os 700 mil mensais.

Se ele quer sair, que pague a rescisão e saia logo.

Tem contribuído muito pouco neste 2012.

É um grande craque, um ídolo que jamais será apagado da história colorada.

Mas, se não tem cabeça e disposição para ficar no Internacional, que não fique.

Por sinal, urge a saída de Dorival Júnior, agora.

Seu trabalho, que nunca convenceu, chegou ao limite.

Se ele tem relativa inocência na partida de ontem, o mesmo não se pode falar do conjunto da obra, que coloca o Colorado numa posição não mais do que medíocre na tabela do certame nacional.

O Inter de Dorival não tem mecânica de jogo, não tem imposição, não tem atitude.

Não tem, em suma, qualquer dos pré-requisitos mais básicos de uma equipe de futebol minimamente organizada.

Vive de brilharecos, cada vez mais raros, de alguns jogadores acima da média.

Não entramos em agosto, e as chances de título já vão escorrendo pelos dedos.

Assim, ao que tudo indica, terminaremos 2012 tendo conquistado apenas um Gauchão e, quiçá, com um tanto de sorte, uma vaga na Libertadores.

Pouco, muito pouco para uma folha do tamanho da colorada.

Pouco, muito pouco para quem se acostumou a conquistar tantos títulos importantes nos últimos anos.

Nenhum comentário: