sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Palhaço triste

Sai às ruas todos os dias.
Balões coloridos, sorriso pintado.
Piadas, risadas, fazendo a alegria dos que passam.
Mas ele é apenas mais um palhaço triste.

Uma dor escondida.
Não importa a mais ninguém.
Coração despedaçado sob a fantasia.
Sim, ele é apenas mais um palhaço triste.

Das crianças, a ingenuidade.
Do céu azul, a esperança.
Da maquiagem, o consolo de quem sempre espera pelo amanhã.
Mas ele é apenas mais um palhaço triste.

À noite, rosto limpo em frente ao espelho.
Lágrimas que rolam, realidade em preto e branco.
Sabe que quando o sol se levantar, terá de tornar a sorrir.
Sim, ele é apenas mais um palhaço triste.

Nenhum comentário: