domingo, 22 de janeiro de 2012

Vendo tudo...

Acordo.

A noite foi mal dormida. 

Olho-me no espelho.

Talvez seja um pesadelo, ou fruto da mais pura imaginação.

Estou vendo tudo.

Os enganos...

A cerveja gelada...

A desculpa esfarrapada...

O golpe...

Estou vendo tudo.

Parece tão fácil.

Em minha mente é tão real!

Espera vã?

Somente os dias, os meses e os anos dirão.

Mas me martirizo e tomo minhas precauções desde já.

Protejo-me.

Sim, eu já estou vendo tudo... 

Nenhum comentário: