quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Vestido de cabelo

Pedro e Sérgio, conversando na lancheria:

- E aí, Pedro? Você viu aquela do vestido feito de cabelo humano?
- Não, não vi... Do que se trata?
- De um vestido feito de cabelo humano.
- Aaaaah... Tá certo... Perspicaz você, hein, Sérgio?
- Gostou?
- Do vestido ou da tirada?
- Dos dois!
- Da tirada, não. Do vestido, sim.
- Você achou legal um vestido feito de cabelo?
- E por que não acharia? Deve ser interessante. E a manutenção também não deve ser difícil. Ao invés de lavar com sabão em pó, você lava com shampoo! Ao invés de passar, você penteia! E pode variar o visual, usar um gelzinho de vez em quando, tranças, dreads... Acho uma ideia interessante! Minha namorada iria adorar!
- Namorada?
- Sim, sim... Voltei com a Lígia... Resolvi perdoar a história do fígado.
- Ufa! Você não sabe o quanto fico feliz! Um fígado não pode arruinar um grande amor!
- O coração sempre vai ser mais importante do que o fígado, Sérgio! Leve isso para a vida.
- Que lindo isso, Pedro... Mas, voltando à questão do vestido... Isso pode ter um lado negativo... As mulheres podem passar o triplo do tempo no salão de beleza! Chapinha, escova, permanente... Na cabeça e no vestido!
- É... Talvez você tenha razão... Acho uma péssima ideia. 
- Péssima.
- Horrível! Horrível!
- Pois eu não disse?   

Nenhum comentário: