domingo, 13 de novembro de 2011

Sensações incômodas do presente do Colorado

O Inter me irrita. E como não se irritar com uma equipe de folha grande e futebol pequeno?

O Inter me constrange. E como não se constranger com um time que se esforça para ser incompetente, que desperdiça chances, que joga no lixo todas as oportunidades que lhe aparecem pela frente?

O Inter me incomoda. E como não ficar incomodado vendo ex-jogadores dando de cacique, jogo após jogo? Como não ficar incomodado com as negociações mal-feitas, com a falta de planejamento, com contratações miseravelmente ruins, e para as posições erradas?

O Inter me entristece. E como não se entristecer com um time que joga um futebol melancólico, que não tem "sangue nos olhos", que se acomoda com a primeira dificuldade surgida em seu caminho?

O Inter me preocupa. E como não se preocupar com um clube que tem um Presidente fraco e indeciso? Como não se preocupar com um clube cujo vice de futebol não entende nada de futebol? Como não se preocupar com um clube que vai passar mais um ano nas mãos dessa gente?

O Inter precisa urgentemente de uma limpeza. E esta começa pelo seu Presidente.

Nenhum comentário: