segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Nomes no arroz

Um dos talentos mais exóticos que existem é o daqueles sujeitos que escrevem nomes em um grão de arroz. "Escrevo até quatro nomes num grão de arroz", diz o cartaz. Legal, beleza. Mas... Pra quê?

Eu teria muitos problemas para dar um presente desses. O principal: eu perderia antes de entregar. É um grão de arroz, ora bolas! O embrulho também teria que ser algo muito delicadinho, pequenino.

Além disso, a ideia de presentear com arroz, por si só, é bizarra. Arroz de presente... Talvez na Somália arroz seja um bom presente (aliás, quem puder, por favor, colabore, pois eles estão precisando: https://www.wfp.org/donate/fillthecup). Aqui, não necessariamente.

Fico imaginando o dia em que o cara que escreve num grão de arroz resolver lançar um livro. Bom, claro que não vai ser um livro convencional: vai ser um saco de dois quilos de arroz. Seria o best-seller dos mantimentos. "Estou procurando o livro daquele cara... O do arroz. Mas não tô achando." "Ah, não, ele não está aqui junto com os de auto-ajuda. Procure do lado do feijão. Lá você vai encontrar..."

.........................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!  

4 comentários:

lais dorea disse...

gostei do blog

sempre que eu puder irei visitar aq
sempre atualizado em rs
conteudo otimo

Sigo, quem me seguir. ( é só avisar)
http://laydorea15.blogspot.com/

Joicy Sorcière disse...

As coisas nem sempre são convencionais... não vejo isso como algo ruim. Mesmo que para nós, não faça muito sentido! rs
Faça uma visitinha: http://jlmilinha.blogspot.com/

Bruno Mello Souza disse...

Oi, Lais!

Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

Volte sempre, mesmo!

Bruno Mello Souza disse...

Olá, Joicy!

Com certeza, estas coisas diferentes são enriquecedoras, atiçam a curiosidade. Porém, é claro, eu não poderia perder a piada, hehehe.

Beijos, e volte sempre.