domingo, 18 de setembro de 2011

Camisinha no molho

Esses tempos, vi na tv a história de uma mulher que encontrou uma camisinha na embalagem do molho pronto. Uma camisinha! Como é que uma camisinha, veja bem, uma camisinha, foi parar no molho? E o mais bizarro é que a camisinha estava no molho de tomate! Se fosse no molho branco, até vá lá. Camisinha e molho branco constituem uma imagem que não é tão estranha. Mas no molho de tomate? É exótico demais!

Sem dúvida nenhuma, é algo nojento e complicadíssimo: 

- Então, amigo, como você pegou AIDS? Seringa, sexo, o que aconteceu?
- Nada disso, peguei comendo uma macarronada.
- E a gonorreia? Como isso foi acontecer?
- Ah, a gonorreia eu peguei comendo cachorro quente. O molho da salsicha sempre foi algo problemático...

Até um grupo de risco teve de ser adicionado pelos organismos de saúde. Além de prostitutas, homossexuais e usuários de drogas injetáveis, agora há os comedores de massa. Na entrevista para doação de sangue, até fico imaginando a conversa:

- Andou transando sem camisinha?
- Não.
- Você tem compartilhado seringas?
- Também  não. 
- Tem comido macarrão, pizza, lasanha?
- Ah, sim. Ontem mesmo comi uma lasanha à bolonhesa. 
- Bom, infelizmente o senhor está vetado, então. Vamos fazer todos os exames, esperamos que esteja tudo bem, mas seria ótimo se você tivesse um comportamento mais adequado, e pensasse duas vezes antes de se entregar a estes encantos mundanos do molho de tomate.
- Desculpa... Sei que fui muito inconsequente. Nunca mais vou fazer uma besteira dessas, eu juro... 

............................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue! 

Nenhum comentário: