quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Recopa

O Inter inicia hoje à noite, contra o Independiente, a disputa pelo Bicampeonato da Recopa Sul-Americana, no estádio Libertadores da América, em Avellaneda. É uma partida fundamental para a temporada colorada.

A única dúvida na escalação de Osmar Loss está estabelecida em jogar com o jovem Delatorre no ataque, ou retomar o maldito 4-5-1 com três volantes. Nesse caso, entraria na equipe ou Glaydson, ou o lamentável Wilson Mathias.

Torço desesperadamente para que o Inter entre em campo com dois atacantes. O colorado tem que ter uma postura de time grande, e não se acovardar contra os argentinos. Com o esquema de três volantes e Damião isolado na frente, as perspectivas seriam as mais sombrias. Num campo pequeno, com o bafo na nuca da torcida argentina, e a motivação característica dos hermanos nesse tipo de jogo, o Inter apenas convidaria o Independiente a lhe aplicar um histórico sufoco.

Por isso, a necessidade de não jogar recuado. O Inter, mesmo com todos os seus problemas crônicos, zagueiros lentos, desfalques, e sem treinador, tem mais time que o Independiente. Mas para isso tem que se impor. Tocar a bola, atacar, variar jogadas. Tem que jogar como time grande que é, Campeão de Tudo.

Esta Recopa é fundamental, pois nela reside a última esperança de o Inter manter o mínimo de um título internacional por ano que tem conseguido desde 2006. Que não se comprometa essa esperança com uma escalação que, na prática, já demonstrou mais de uma vez ser equivocadíssima.

............................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

Nenhum comentário: