quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Pela manutenção da escrita

A partida desta noite no Beira-Rio, entre Inter e Independiente, pela decisão da Recopa Sul-Americana, reveste-se de grande expectativa. No gramado do Gigante estarão frente a frente duas das camisas mais tradicionais do futebol sul-americano e mundial. Estará valendo título internacional.

Para o Independiente, representa uma reafirmação de um clube que vinha no ostracismo nos últimos anos. Para o Colorado, pelo contrário, significa a manutenção dos holofotes dos últimos anos: desde 2006, o alvirrubro conquista pelo menos um título internacional por ano. Se não ganhar a Recopa, 2011 representará a quebra desta linha de sucessos mundo afora.

Dorival Júnior está conseguindo acertar aspectos importantes na equipe colorada. Acertando aqui, errando ali, fato é que hoje o Inter entrará em campo com um time muito próximo do seu ideal, pelo menos do meio para a frente, com dois volantes, dois meias, e dois atacantes. E nem se poderia pensar a escalação muito diferente disso. O Colorado está em desvantagem, e precisa reverter a situação contra uma equipe que certamente jogará bem fechadinha, explorando eventuais erros do time de Damião, D'alessandro e cia.

Acredito que o primeiro tempo tem tudo para ser o preditor das tonalidades que a decisão tomará. Se o Inter terminar esta etapa vencendo, o título deve vir ao natural. Igualando na raça, o Colorado tem, sim, mais time que o Independiente. Porém, se a catimba argentina prevalecer, e os rojos conseguirem conduzir o primeiro tempo em banho maria, segurando a sua vantagem, a partida tende a ser dramática, repetição de algumas das epopeias que a torcida colorada tem presenciado no Beira-Rio nos últimos anos, como, por exemplo, o título da Sul-Americana conquistado em 2008, contra o Estudiantes.

Fundamental é que o Inter esteja ligado o tempo todo. Tem que marcar com força e pressionar os argentinos desde o primeiro minuto. É jogo de raça, de entrega, de luta. É jogo da torcida, que terá papel importantíssimo, incentivando o Colorado e tornando o Gigante um caldeirão infernal para os jogadores do Independiente.

Dá para ganhar. E, com o time se doando, e a torcida jogando junto, atrevo-me a dizer: ninguém tira esse título do Inter.

.........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

2 comentários:

MeR - Foto e Vídeo disse...

Obrigado por seguir!

Bruno Mello Souza disse...

Obrigado pela visita!

Abraços!