quarta-feira, 24 de agosto de 2011

A escrita foi mantida

O Internacional é Bicampeão da Recopa! Foi uma partida inesquecível. O Colorado mostrou todos os componentes de um grande campeão: teve raça, teve técnica, teve postura, teve grandeza. Dominou 5/6 da partida. Manteve a escrita de pelo menos um título internacional por ano, nos últimos seis anos.

No primeiro tempo, o Inter partiu pra cima logo de cara. Mostrou ao Independiente que queria o título da Recopa. A equipe colorada teve equilíbrio, não sendo ameaçada defensivamente e pressionando muito a equipe argentina. Os meias D'alessandro e Oscar tiveram intensa atividade, e os volantes cumpriram o seu papel com maestria. Com isso, a defesa teve pouco trabalho e o ataque foi bem alimentado.

E, no ataque, o Inter não tem um centroavante: tem um monstro, um craque. Damião é um jogador fantástico, um atacante praticamente completo. Ele reúne força, velocidade, drible, cabeceio, e uma capacidade de finalização absolutamente espantosa. Não pode ser vendido. Se sair, tem que ser pela multa rescisória. Qualquer valor abaixo, é palhaçada. E Damião fez dois golaços. No primeiro, venceu dois argentinos na base da habilidade e chutou de bico, contando com a contribuição do goleiro Navarro, que é muito ruim. No segundo tento, ganhou no peito e na raça de Gabriel Milito, que é um Rafael Santos com grife, e soltou a bomba de pé esquerdo.

Na segunda etapa, o Independiente partiu pra cima. Dominou os primeiros quinze minutos, e conseguiu um gol, com Maxi Velazquez, que deixou o jogo mais tenso. Naqueles minutos, a coisa encrespou legal para o Colorado. Mas logo a equipe se reassentou no campo. Não criava tantas chances como no primeiro tempo, mas voltava a controlar o jogo. Os minutos foram passando, a dramaticidade ia aumentando, e aos 36 minutos, em belo passe de Andrezinho, que entrara no lugar de D'ale, lesionado, Jô, que entrara no lugar de Delatorre, sofreu pênalti de Navarro. Kléber, de atuação discreta, mas extremamente técnica e tranquila, cobrou a penalidade com muita categoria, e definiu o Bi da Recopa Sul-Americana para o Internacional.

É mais um título importante deste clube que não cansa de ganhar. Vale sempre ressaltar tudo o que o Inter tem ganhado desde 2006: 1 Mundial, 2 Libertadores, 2 Recopas, 1 Copa Sul-Americana, 1 Copa Dubai, e 1 Copa Suruga Bank. Só para efeitos de comparação, tem clube grande por aí que no mesmo período ganhou... Hum... Er... Ah, esquece...

É Inter. É campeão. Mais uma vez.

.................................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

2 comentários:

Doritos disse...

Gostei mtmt do blog!
Se puder, me ajuda tb?
Obrigado ._.
*
http://viceveersa.blogspot.com/

Bruno Mello Souza disse...

Olá!

Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

Volte sempre!