quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Repartições públicas

Uma coisa que não entendo quando vou a repartições públicas é a sala de espera. Não o conceito em si. Mas, mais especificamente, por que deixar a tv ligada sem volume?

O que eles pensam? Que nós fazemos leitura labial? Ou de repente acham que somos um bando de retardados que vão se distrair olhando só as imagens?

Desconfio fortemente da segunda hipótese. Tanto eles acham que somos retardados que deixam sempre na Globo, mesmo quando tá passando "Tv Globinho". Quem é que vai querer esperar um passaporte vendo Power Rangers?

E nessas repartições sempre tem alguém com um problema misterioso e insolúvel. "Cancelaram meu CPF há dez anos? Mas como? Ninguém nunca me disse nada! Chame o seu superior!"

Quando isso acontece, sempre é um problema de burocracia interna. Ou do Estado, ou do indivíduo. "Sabe como é, meu cérebro mandou toda a papelada para o meu corpo votar naquele dia, mas acabou ficando tudo preso no meio do caminho, e fiquei com uma baita azia..."

............................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

1000 vezes Dilemas Cotidianos

Sem dúvida nenhuma, esta postagem é muito significativa. O Dilemas Cotidianos chega à marca de 1000 postagens. É uma marca emblemática, que me deixa bastante feliz, e cheio de motivação.

Acima de tudo, escrever aqui no DC é algo que é extremamente prazeroso para mim. É um exercício de liberdade. É algo que me contenta e me dá certa força.

Nestes quase três anos de blog, muitas coisas se passaram. E, de uma maneira ou de outra, elas se refletem aqui neste espaço: as alegrias, as tristezas, as reflexões, tudo que tenho vivido, de algum modo permeia as linhas aqui escritas.

O DC tem crescido significativamente durante esse período. O número de acessos, de comentários, de seguidores, tudo isso tem aumentado a cada dia. Obviamente que por ser um blog humilde e pessoal, esse crescimento se dá de forma paulatina. Mas ele parece ininterrupto, e consistente, dentro das limitações inerentes a um espaço com essas características.

Acredito que o estágio que o DC alcançou se deve um pouco à simplicidade do blog. Não tenho grandes pretensões com ele, não quero que ele seja um site de humor, ou de política, ou de versos, ou de crônicas. Quero apenas me expressar sobre aquilo que eu bem entender, e da forma como eu achar melhor. Acho que isso torna as coisas mais intensas, e acaba provocando certa identificação por parte dos leitores: acima de tudo, este é um espaço escrito por um ser humano, que acerta, que erra, que tem suas controvérsias, que tem suas forças e suas fraquezas.

Gostaria de agradecer imensamente a cada pessoa que lê, que comenta, e que segue o DC. Você, leitor, é uma motivação muito especial. A participação no blog tem aumentado a cada dia, e quero que aumente ainda mais. A interação é fundamental, em todos os sentidos, tanto para analisar aquilo que repercute positivamente, quanto para repensar aquilo que pode ser melhorado.

Cá está o Dilemas Cotidianos, pela milésima vez. Que venham mais 1000, 2000, 3000, 10000 textos. Conto com vocês para seguir esta jornada.

..............................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Carteira de pedestre

Caminhar no centro de Porto Alegre, e de qualquer cidade grande, exige certa habilidade. Pessoas vão e vêm de todos os lados, e nas mais variadas velocidades.

Talvez fosse interessante estabelecer regras de trânsito para pedestres: mão, contramão, infrações, multas...

Poderia existir, inclusive, uma carteira de pedestre. Facilitaria a fiscalização. Não tenho dúvidas de que teria muito pedestre cometendo irregularidades: "Espetando o olho dos outros com esse guarda-chuva velho, hein? Cem reais de multa e cinco pontos na carteira, meu rapaz."

E quando a carteira fosse apreendida, o sujeito só poderia caminhar na rua de mão dada com os pais ou responsáveis. "Tá vendo aquele cara de mão dada com aquela senhora, meu filho? É um barbeiro. Por isso que sempre lhe digo: ande com muito cuidado nesse trânsito maluco... Não quero ficar te carregando por aí..."

........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

domingo, 28 de agosto de 2011

Gre-Nal que define rumos

O Gre-Nal desta tarde no estádio Olímpico, que fecha o primeiro turno do Brasileirão, é um jogo que pode definir de maneira fundamental os rumos de Inter e Grêmio no certame.

Pelo lado do Colorado, uma vitória significa importante sobrevida no campeonato, agregando força na briga pela Libertadores, e perspectiva de título. Para o Grêmio, vencer significa respirar na luta para fugir do rebaixamento, e representa muito do ponto de vista anímico: superar o arqui-rival, recém vindo de um título internacional, motivaria muito time e torcida.

Ao contrário do que algumas pessoas têm dito, não vejo favoritismo do Inter no clássico. É o tipo de jogo em que tudo pode acontecer. O time colorado é melhor que o do Grêmio, mas não é tão melhor quanto se pensa. Tem ainda sérios e persistentes defeitos, principalmente no setor defensivo. E estará bastante desfalcado. Além disso, o tempo chuvoso e o gramado pesado tendem a nivelar o confronto, tornando-o um jogo menos de qualidade técnica e mais de embate físico, de gana, de raça, como geralmente um Gre-Nal já é por sua própria natureza.

Dentro dessa expectativa de equilíbrio e imprevisibilidade, porém, desponta um personagem que pode desequilibrar tudo: Leandro Damião, obviamente. Em fase iluminada, o centroavante colorado pode ser o diferencial do clássico. Auxiliado por Oscar e Andrezinho, que se sai muito bem em Gre-Nais, pode infernizar a defesa do Grêmio, e desenhar boas perspectivas para o Inter na partida.

Certo mesmo é que os rumos de Internacional e Grêmio passam por este jogo. A dupla encontra-se numa encruzilhada, cada time em suas circunstâncias, entre céu, purgatório e inferno. Inter no céu ou no purgatório? Grêmio no purgatório ou no inferno? São questões bastante inquietantes para as duas torcidas. E essas questões estarão, pelo menos parcialmente, respondidas no final da tarde deste domingo...

.............................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

sábado, 27 de agosto de 2011

Cores

Os nomes das cores são um negócio interessante. Algumas cores têm nome próprio, como o vermelho, o amarelo, o azul, o verde... Mas outras têm o nome inspirado em coisas, obviamente já existentes.

Fico imaginando o cara bebendo uma taça de vinho e pensando: "Poxa, muito bom esse vinho... Mas... Que cor é essa? Ela não tem nome! Bom, vou chamar de cor-de-vinho. Pronto! Resolvido!"

Ou então, outro sujeito chupando uma laranja e pensando: "Poxa vida, que cor é essa aqui? Tá bom, cor-de-laranja, vai..." Imagino ainda o romântico dando um buquê de rosas para a noiva: "Tá aqui, amor. Não são brancas, nem vermelhas. Sei lá que cor é essa. Só sei que são rosas..."

Ainda bem que o marrom foi batizado antes de qualquer "inspiração". Imagine o alto executivo chegando no Tevah e pedindo: "Por favor, estou procurando por uma gravata cor-de-merda. Não, não o tom diarreia. Quero uma mais escura, por gentileza..."

...............................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Depoimento

Numa cidadezinha por aí...

- Então, senhor... Juquinha... Onde você estava na tarde de cinco de julho?
- Gugu... Dadá...
- Que gugu dadá o que, ô vagabundo! Desembucha! Começa a falar, meliante de merda!
- Uuuu... Guuu... Aaaa...
- Tu tá tirando onda com a minha cara, marginalzinho? Tá rindo de quê? Tenho cara de palhaço?Olha pra mim! Olha pra mim!
- Ma... Ma...
- Ô vagabundo, é melhor pra ti falar logo! Não quero apelar! Tô perdendo a paciência...
- Da da da da...
- Pensa que tá aonde? No bercinho? No maternalizinho, é?
- Gu... Gu...
- Fala logo, vagabundo! Moleque de merda! Fala! Fala! Desembucha, filho da puta!
- Gu... Da... Gu... Buáááááááááááááá! Buáááááááá!
- Fecha a matraca, meliante! Responde logo, antes que eu te coloque no saco!
- Buááááááááá! Glup... Glup... Blaaaaaargh!
- Filho da puta, me vomitou todo! Ô Nogueira, pega as algemas! E tira a chupeta dele. Esse vagabundinho tá preso por desacato à autoridade!

..........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

A escrita foi mantida

O Internacional é Bicampeão da Recopa! Foi uma partida inesquecível. O Colorado mostrou todos os componentes de um grande campeão: teve raça, teve técnica, teve postura, teve grandeza. Dominou 5/6 da partida. Manteve a escrita de pelo menos um título internacional por ano, nos últimos seis anos.

No primeiro tempo, o Inter partiu pra cima logo de cara. Mostrou ao Independiente que queria o título da Recopa. A equipe colorada teve equilíbrio, não sendo ameaçada defensivamente e pressionando muito a equipe argentina. Os meias D'alessandro e Oscar tiveram intensa atividade, e os volantes cumpriram o seu papel com maestria. Com isso, a defesa teve pouco trabalho e o ataque foi bem alimentado.

E, no ataque, o Inter não tem um centroavante: tem um monstro, um craque. Damião é um jogador fantástico, um atacante praticamente completo. Ele reúne força, velocidade, drible, cabeceio, e uma capacidade de finalização absolutamente espantosa. Não pode ser vendido. Se sair, tem que ser pela multa rescisória. Qualquer valor abaixo, é palhaçada. E Damião fez dois golaços. No primeiro, venceu dois argentinos na base da habilidade e chutou de bico, contando com a contribuição do goleiro Navarro, que é muito ruim. No segundo tento, ganhou no peito e na raça de Gabriel Milito, que é um Rafael Santos com grife, e soltou a bomba de pé esquerdo.

Na segunda etapa, o Independiente partiu pra cima. Dominou os primeiros quinze minutos, e conseguiu um gol, com Maxi Velazquez, que deixou o jogo mais tenso. Naqueles minutos, a coisa encrespou legal para o Colorado. Mas logo a equipe se reassentou no campo. Não criava tantas chances como no primeiro tempo, mas voltava a controlar o jogo. Os minutos foram passando, a dramaticidade ia aumentando, e aos 36 minutos, em belo passe de Andrezinho, que entrara no lugar de D'ale, lesionado, Jô, que entrara no lugar de Delatorre, sofreu pênalti de Navarro. Kléber, de atuação discreta, mas extremamente técnica e tranquila, cobrou a penalidade com muita categoria, e definiu o Bi da Recopa Sul-Americana para o Internacional.

É mais um título importante deste clube que não cansa de ganhar. Vale sempre ressaltar tudo o que o Inter tem ganhado desde 2006: 1 Mundial, 2 Libertadores, 2 Recopas, 1 Copa Sul-Americana, 1 Copa Dubai, e 1 Copa Suruga Bank. Só para efeitos de comparação, tem clube grande por aí que no mesmo período ganhou... Hum... Er... Ah, esquece...

É Inter. É campeão. Mais uma vez.

.................................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

Pela manutenção da escrita

A partida desta noite no Beira-Rio, entre Inter e Independiente, pela decisão da Recopa Sul-Americana, reveste-se de grande expectativa. No gramado do Gigante estarão frente a frente duas das camisas mais tradicionais do futebol sul-americano e mundial. Estará valendo título internacional.

Para o Independiente, representa uma reafirmação de um clube que vinha no ostracismo nos últimos anos. Para o Colorado, pelo contrário, significa a manutenção dos holofotes dos últimos anos: desde 2006, o alvirrubro conquista pelo menos um título internacional por ano. Se não ganhar a Recopa, 2011 representará a quebra desta linha de sucessos mundo afora.

Dorival Júnior está conseguindo acertar aspectos importantes na equipe colorada. Acertando aqui, errando ali, fato é que hoje o Inter entrará em campo com um time muito próximo do seu ideal, pelo menos do meio para a frente, com dois volantes, dois meias, e dois atacantes. E nem se poderia pensar a escalação muito diferente disso. O Colorado está em desvantagem, e precisa reverter a situação contra uma equipe que certamente jogará bem fechadinha, explorando eventuais erros do time de Damião, D'alessandro e cia.

Acredito que o primeiro tempo tem tudo para ser o preditor das tonalidades que a decisão tomará. Se o Inter terminar esta etapa vencendo, o título deve vir ao natural. Igualando na raça, o Colorado tem, sim, mais time que o Independiente. Porém, se a catimba argentina prevalecer, e os rojos conseguirem conduzir o primeiro tempo em banho maria, segurando a sua vantagem, a partida tende a ser dramática, repetição de algumas das epopeias que a torcida colorada tem presenciado no Beira-Rio nos últimos anos, como, por exemplo, o título da Sul-Americana conquistado em 2008, contra o Estudiantes.

Fundamental é que o Inter esteja ligado o tempo todo. Tem que marcar com força e pressionar os argentinos desde o primeiro minuto. É jogo de raça, de entrega, de luta. É jogo da torcida, que terá papel importantíssimo, incentivando o Colorado e tornando o Gigante um caldeirão infernal para os jogadores do Independiente.

Dá para ganhar. E, com o time se doando, e a torcida jogando junto, atrevo-me a dizer: ninguém tira esse título do Inter.

.........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Pernalonga

Diálogo entre uma moça de cerca de vinte anos de idade e um tiozinho de meia-idade, que estava trabalhando fantasiado de Pernalonga, em frente a uma loja infantil:

- Olá, moça, venha ver as nossas promoções!
- Poxa, infelizmente hoje não posso... Mas gosto muito do Pernalonga...
- Hum... Que bom...
- Sim! Ele é perspicaz, inteligente, e não se importa muito com o que falam dele! O Pernalonga é demais!
- Bom, então você deve estar se sentindo muito bem, até feliz, de conversar com um personagem tão popular e bacana, né?
- Isso mesmo! Nos anos 90 eu me sentiria exatamente assim! Mas vou indo lá... Tchau, tchau!

........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Perseguição

Eram umas onze e meia da noite, no centro de Porto Alegre, mais precisamente nas proximidades da Cidade Baixa. Eu caminhava pela André da Rocha. Logo à minha frente, havia um rapaz de mochila. Estávamos só nós dois por ali.

Me vendo, ou ouvindo meus passos, ele começou a andar mais e mais rápido. E eu acelerei junto. Por sua vez, ele olhava de soslaio para trás. Estava visivelmente tenso, incomodado.

Diminuiu o ritmo, talvez na esperança de que eu lhe ultrapassasse. Mas eu diminuí o ritmo também. Me mantive sempre atrás, aparecendo apenas na sua visão periférica, para que ele sentisse minha presença.

Entramos na João Pessoa, e a situação permanecia. Se ele acelerava, eu acelerava. Se ele freava, eu freava. Sempre como uma sombra.

Assim continuamos até a Salgado Filho, onde ele adentrou um prédio. Deve ter ido trocar de cueca. E eu segui meu caminho, rindo por dentro. Ganhei o dia.

.......................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

domingo, 21 de agosto de 2011

Fantoches

O garoto foi espancado na escola.
Ele não aprendeu a ser magro.
A garota chora no quarto com o coração partido.
Maquiagem borrada, seu príncipe era um verme.

Ei, amigo, olhe para cima.
Dizem que lá estão as respostas.
Mas você se sente sozinho.
E ninguém lhe convencerá do contrário.

Amor materno infinito, ela esperou tanto por isso.
Mas seu filho nasceu morto, lixo hospitalar.
Melhor terno, era o emprego dos seus sonhos.
Agora está bêbado na sarjeta, não era seu direito.

Ei, amigo, olhe para cima.
Dizem que lá estão as respostas.
Mas você ainda se sente sozinho.
E ninguém lhe convencerá do contrário.

Mentiram que ele podia vencer.
Mas ele terá que esperar mais um pouco, terá que esperar para sempre.
A velha deixou os biscoitos queimarem de novo.
Ela não acerta mais nenhuma fornada, lágrimas sobre a face enrugada.

Ei, amigo, olhe para cima.
Dizem que lá estão as respostas.
Mas você continua sozinho.
E ninguém lhe convencerá do contrário.

...........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

sábado, 20 de agosto de 2011

Cicatrizes e certezas

Acordo todo dia sem saber quem sou.
Estou à procura de algo para começar de novo.
Mas caio sempre na mesma história.
Já não tenho paradeiro.

Me disseram que isso seria fácil.
Mas aquele sinal verde me dilacera.
Estou parado, com as pernas imóveis.
Tentei ir devagar, mas estava rápido demais.

Eu só queria acertar.
Então, me desculpe se errei.
Me dê sua mão antes que tudo acabe.
Eu sei que ainda posso fazer mais e melhor.

Vozes me chamam de longe.
Não vejo ninguém, mas já não temo isso.
Nada pode ser pior do que as coisas que já vi.
Talvez um dia você possa entender melhor.

Estamos caídos, mas não estamos derrotados.
Ainda estou vivo, ainda posso ir mais longe.
Sempre levantarei, é esse o meu destino.
Estas cicatrizes me dão essa certeza.

......................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Mal-entendido na rua

- Aleluia! Jesus Cristo é o Senhor!
- Não, não, não! Jesus Cristo é o senhor!
- Jesus Cristo é o Senhor!
- Jesus Cristo é o senhor!
- Jesus Cristo é o Senhor!
- Não, amigo. Eu juro que não sou eu!
- Jesus Cristo é o Senhor!
- Não sou eu, não! Gosto dele, mas não sou eu.
- Jesus Cristo é o Senhor!
- É... Tá na hora de fazer a barba de novo...

...........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Senhor Óbvio entrevista Fernandinho Maluco

- Olá, Fernandinho Maluco.
- Salve, salve, senhor Óbvio.
- Fernandinho, conte-me sobre esse abaixo-assinado que você vem promovendo...
- Pois é, mano, o negócio é o seguinte: a gente tá aí fazendo um abaixo-assinado pra criar o dia do orgulho criminoso, morô?
- Hum... Seria um dia para manifestar o orgulho de ser criminoso, então?
- Isso mesmo, mano. Nós, da bandidagem, é uma minoria discriminada. Temos que ter um dia pra gente se afirmar, sacou?
- Vocês acham que sofrem preconceito, é isso?
- Sem dúvida nenhuma, mano. A bandidofobia tá espalhada por aí. A gente não pode assaltar, matar, traficar, estuprar, que fica todo mundo olhando torto. A gente sofre muito com essa exclusão.
- Então vocês sofrem muito com esse preconceito?
- Com certeza, mano. Olha aquele Datena, por exemplo: é um baita bandidofóbico. Ele fala horrores da gente, sacou? Onde estão nossos direitos nessa hora, mano? Mas, no fundo, acho que ele é um bandido enrustido...
- Você acha que o Datena é um bandido enrustido?
- Pô, mano, é só ver. Por que ele fala tão mal da gente? Acho que é algo reprimido, e ele quer ser bandido também, mas tem medo. Isso sem contar os filmes e novelas em que os bandidos sempre morrem. E aquele "Tropa de Elite"? Bandidofobia pura, dos meu!
- É, realmente é uma causa importante essa sua, Fernandinho.
- Viu só, mano?
- Bom, muito obrigado pela entrevista, e boa sorte.
- Tá certo, tá certo. Agora passa a carteira e o celular aí!
- Mas... Mas...
- Perdeu, tiozão, perdeu! E não me viu, hein? Não me viu!

...................................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Atravessando a rua

Atravessar a rua é uma arte. Principalmente em avenidas movimentadas, sem sinaleira por perto. Muitas vezes, acaba se formando uma linha de pessoas. Quando isso acontece, tento ficar no extremo oposto ao fluxo.

Por exemplo, se os carros estão vindo da esquerda, fico na extrema direita da linha de pessoas. Caso aconteça algo, tem vários corpos para serem atropelados antes do meu, e, na pior das hipóteses, amortecer o impacto sobre mim.

Essa estratégia exige certa precisão. Na hora de atravessar, você tem que acompanhar a linha de pessoas. Como a linha de impedimento, no futebol.

Claro, há os casos de mão dupla. Daí, é muito mais instintivo. Nesse caso, o negócio é tentar ficar mais ou menos no meio da linha. Mas não é nada fácil. Geralmente, temos que escolher um extremo, pois as vagas centrais ficam bem compactadas.

E agora há sinaleiras novas para os pedestres, em Porto Alegre. São extremamente úteis. Marcam o tempo que falta para o sinal vermelho. Ainda assim, tem uns idiotas que vêem que falta, sei lá, três segundos, e atravessam! Isso que eu chamo de gostar de viver perigosamente.

Acho que exatamente por isso mudou o desenho do "Pare". Antes, era uma mãozinha vermelha que dizia para não atravessar. Agora, é um pedestre vermelho. E realmente tem lógica. Se ele passar com o sinal fechado e for atropelado, ficará exatamente daquele jeito: todo vermelho, ensanguentado...

...............................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Trote

- Alô...
- Alô, é a dona Maria José?
- Sim, é ela mesma.
- Por gentileza... A senhora confirma que é mãe do senhor Fernando Pereira da Silva?
- Isso, sou mãe dele, o que aconteceu?
- Bom... Tenho más notícias para a senhora...
- Ai, meu Deus, o que aconteceu com meu filho?
- Senhora, mantenha a calma. Meu nome é Frederico, sou do IML, e gostaria de avisar que seu filho veio a registrar óbito agora há pouco. Foi atropelado por um Chevette.
- Ai, meu Deus, não me diz isso! Urgh! Ai! Aaaaai! Aaaaaaai!
- Mãe...
- ...
- Alô... Mãe, mãe! Sou eu, o Fernando! Era só brincadeira! Mãe! Mãe!
- ...
- Putz... Que merda eu fiz?

.............................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Desculpas...

Pedro e Sérgio conversando na lancheria:

Pedro: - Opa, finalmente chegaram nossos cafés!
Sérgio: - Ainda bem, tava demorando, mesmo!
Pedro: - Nada como um bom mocaccino.
Sérgio: - Sem dúvida. Esse negócio é muito bom.
Pedro: - Adoro... Ih, Sergio, olha lá quem tá entrando. Aquele chato do Jonas!
Sérgio: - Ah, não! Esse cara tem a incrível capacidade de não falar nada de interessante!
Pedro: - Absolutamente nada! Ih, ele tá vindo pra cá, disfarça.
Jonas: - Olá, pessoal! Como andam? Vocês nem imaginam o que andei fazendo! Comprei um cinto! Fazia tempo que não comprava um cinto! A fivela dele é demais!
Pedro: - Oi, Jonas. Pois é, legal. Pena que a gente já tá de saída. Eu tenho que... er... comprar pastilhas.
Sérgio: - De freio.
Pedro: - Não, de hortelã.
Sérgio: - Pastilhas de freio de hortelã. Os freios esquentam, e elas refrescam. É muito útil.
Jonas: - Mas você tem carro, Pedro?
Pedro: - Er... Não, mas, quando comprar um, já tenho... isso. É difícil de encontrar no mercado.
Jonas: - Nossa... Que estranho...
Pedro: - Tá bom, tá bom... Na verdade eu tenho que buscar a minha sobrinha no balé. A...
Sérgio: - Maria Joana.
Pedro: - É... Isso... Maria Joana.
Jonas: - Poxa... Nem sabia que você tinha irmãos, Pedro! Você sempre disse que era filho único!
Pedro: - Tá bom, tá bom, chega de mentiras! Na verdade, eu tenho uma reunião na ONU, meu vôo sai daqui a pouco, desculpa mesmo... É na Suíça, essa reunião...
Sérgio: - A ONU não é em Nova Iorque?
Pedro: - Não, Sérgio, a reunião é na Suíça, não viu as passagens? Você também vai!
Sérgio: - Ah, é mesmo! Sim, é na Suíça. Você tem que ver aquilo, Jonas! Tem os Alpes. E a gente vai se reunir pra discutir... a fome... na África...
Pedro: - Exato. Vamos discutir, e ver os Alpes.
Sérgio: - E também lá tem muitos chocolates alpinos. São incríveis!
Pedro: - Sim, até tinha me esquecido. Vamos nos reunir, e comer chocolate alpino.
Sérgio: - Vamos comer chocolate alpino e nos reunir.
Pedro: - E também vamos ver os Alpes!
Sérgio: - Isso, ONU, Alpes, reunião, e chocolate alpino! E tem os relógios e canivetes!
Pedro: - Isso... Isso... Isso mesmo...
Jonas: - Nossa, vocês nem tinham falado disso! Pena que não podem ficar mais! Boa viagem, então!
Pedro: - É... Isso, boa viagem pra nós, né, Sérgio?
Sérgio: - Ahã! Boa viagem pra nós! Tchau, Jonas!

................................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

domingo, 14 de agosto de 2011

Adroaldo

Pedro e Sérgio conversando na lancheria:

- Pedro, você não sabe quem eu encontrei ontem na rua!
- Verdade. Não sei quem você encontrou ontem na rua.
- E...
- E o quê?
- Não vai perguntar?
- Não, não. Obrigado.
- Bom, mas eu vou dizer mesmo assim. Encontrei o Adroaldo! Lembra dele?
- Ah, sim! O cdf, aquele.
- Ele era muito estudioso! Quando tirava 9 numa prova, ficava triste.
- Que raiva daquele sujeito. Ele fazia todos nós nos sentirmos um bando de idiotas.
- Nem me fala!
- Enquanto nós escondíamos a Playboy debaixo do colchão, ele escondia a apostila do Telecurso 2000.
- E ele continua igualzinho! Estava no banco da praça lendo um livro. Era daquele autor, o... Aldous Hurt.
- Huxley.
- Que seja... Aquele, do "Abominável Mundo Novo", né?
- "Admirável".
- É... Isso, isso...
- Ele não deve ter nenhuma vida social.
- Nenhuma, nenhuma.
- O mais perto de sexo selvagem que ele deve chegar é se masturbar assistindo ao Animal Planet.
- Hahahaha, com certeza! Nada de vida social, nem sexual.
- E o que ele anda fazendo da vida?
- Tá desempregado.
- Que pena... Ei, garçom, mais um café, por favor!

...........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

sábado, 13 de agosto de 2011

Dorival

Depois de uma longa novela, quase um mês após demitir Falcão, com idas, vindas, e muitas especulações, o Inter anunciou ontem seu novo treinador: será Dorival Júnior.

Não é um treinador de meu total agrado. Acho que o Colorado precisava de alguém com mais estofo, currículo e autoridade, que pudesse ter mais capital simbólico para se impor diante do grupo de jogadores e bancar posições frente à direção. Particularmente, acredito que Paulo Autuori teria melhores condições para isso, embora também não fosse o treinador dos meus sonhos. Porém, com a negativa dos árabes em liberá-lo, Dorival voltou a ser a principal opção.

Dorival Júnior é bom treinador. Fez bons trabalhos, principalmente no Cruzeiro, no Vasco, levando a equipe carioca de volta à elite do futebol brasileiro, e no Santos, onde montou o badalado time do primeiro semestre do ano passado. Porém, perdeu a queda de braço com as malcriações de Neymar. Não teve força para bancar sua posição. No Atlético Mineiro, sucumbiu frente a um elenco cheio de medalhões. Dizem as más línguas que, inclusive, os atletas do Galo fizeram corpo mole para derrubá-lo.

É nesse ponto que me preocupa o perfil de Dorival. É um sujeito competente, honesto, ético, bom caráter, e com boas ideias de futebol. Mas vai encontrar no Inter um elenco de "cobras criadas", jogadores com currículo e que se acham no direito de possuir titularidade vitalícia, como, por exemplo, Bolívar. O novo treinador também terá que enfrentar o misterioso caso Wilson Mathias, um volante que não joga nada mas goza de imenso prestígio junto à diretoria. Será que ele conseguirá peitar essas imposições, que só fazem prejudicar o Inter dentro de campo?

Dorival Júnior pode, sim, fazer um ótimo trabalho no Colorado. Mas, para isso, terá que ter todo o respaldo dos dirigentes para quebrar certas relações viciosas que parecem contaminar o vestiário do clube, respaldo este que Falcão não teve. Ele tem que ter liberdade para implantar as suas ideias, sem interferências de cima, e sem se tornar refém dos caciques do elenco.

Desejo sucesso ao novo treinador colorado, e que ele consiga, rapidamente, reorganizar a equipe, para que se possa sonhar com vôos mais altos no Campeonato Brasileiro, e com o Bi da Recopa. Ainda dá para salvar a temporada. Mas tem que deixar o homem trabalhar. E mexer nas feridas do time, mesmo que arda um pouco.

............................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Entrevista de emprego

- Bom dia, senhorita Vanessa. Então, você está interessada em trabalhar na nossa empresa?
- Sim, sem dúvida. Estou muito motivada para trabalhar aqui. Já me informei sobre todos os detalhes da organização.
- E quais são seus principais atributos profissionais?
- Ah, sou uma pessoa dinâmica, gosto de trabalhar em grupo, buscar ideias novas, enfim, fazer com que a empresa busque sempre avançar de maneira criativa.
- Cursos, habilidades, o que você teria para nos oferecer?
- Sou fluente em inglês, alemão, italiano, francês, espanhol e tupi-guarani. Além disso, tenho conhecimentos sobre os padrões mais atuais de informática e tecnologia.
- Isso é ótimo. Estou gostando bastante do seu perfil.
- Trabalhei na Microsoft, inclusive. Tenho aqui uma carta de recomendação escrita de punho pelo Bill Gates. Peraí, vou pegar...
- Perdão, a senhorita deixou cair uma coisa ali... Um dvd... Inimigos da HP, é isso?
- É... É, sim...
- Hum... Você ouve Inimigos da HP?
- Não, não! Er... Já ouvi... Mas...
- Me desculpe, senhorita. Infelizmente, não poderemos contratá-la.
- Eu... Posso parar de ouvir... Por favor... Eu nem gosto desse negócio... Nem sei como veio parar aqui!
- Lamento, lamento muito. Passar bem.

......................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Dá para reverter

A derrota sofrida pelo Inter ontem, em Avellaneda, diante do Independiente, mostrou aquilo que todos imaginavam: o colorado tem mais time que os argentinos, e só não conseguiu resultado melhor porque, novamente, faltou coragem ao seu treinador. Não que tenha sido uma boa atuação do Internacional: viram-se, novamente, muitos e antigos defeitos na equipe comandada por Osmar Loss. Porém, mesmo com esses problemas, o jogo foi bastante equilibrado.

No primeiro tempo, o colorado começou tomando sufoco. Não conseguia tocar a bola, e via o time argentino rondando sua área o tempo todo. Isso durou até os quinze minutos, quando as ações foram equilibradas. Então, em grande jogada de Nei, Leandro Damião inaugurou o placar no estádio Libertadores da América.

Entretanto, o Independiente reagiu e empatou, com Velásquez, adivinhem, em cima de Bolívar. Não sei até quando nós, colorados, teremos de aturar Bolívar na zaga. Ele não ganha uma jogada no mano a mano, e ainda perde jogadas aéreas infantis, como no primeiro gol argentino de ontem, e como já havia ocorrido contra o Cruzeiro, no domingo. Está jogando só no carteiraço.

No segundo tempo, o Inter passou a jogar melhor. Criou oportunidades claras de gol. E foi castigado por um lance fortuito, uma má cobrança de falta de Perez que desviou na barreira e tirou Muriel do lance. O colorado levava a virada em Avellaneda, e se perdia no jogo. Osmar Loss conseguiu a façanha de, então, tirar D'alessandro, que fazia um partidaço, para colocar Andrezinho. Mas na naba do Wilson Mathias, nada de mexer. Fica cada vez mais estranha essa relação com Mathias: quanto pior ele joga, mais prestigiado fica. Com isso, houve uma queda sensível no padrão de atuação colorada, com mais um sufoquinho básico nos últimos minutos da partida que, no entanto, não resultou em alteração no placar.

As boas notícias da partida foram as atuações de Nei, com muita transpiração e vontade, de Índio, que parece crescer nestes jogos decisivos, de Élton, muito bem colocado e acertando quase todos os passes, de D'alessandro, ligadíssimo no jogo, e de Tinga, que em alguns momentos lembrou o Tinga de 2005/2006. De Damião e Muriel, nem falo mais: são afirmações já concretizadas, figuras fundamentais do Inter atual.

Não há dúvidas de que o Internacional tem totais condições de reverter a situação no Beira-Rio. É mais time que o Independiente. Vai ter a torcida a seu favor. Mas precisa ser melhor escalado, seja quem for o treinador. E, principalmente, precisa ter postura vencedora, gana da vitória. Isso parece estar em falta atualmente no colorado, principalmente quando se ouvem as tristes entrevistas de seu treinador, da diretoria, e mesmo de alguns caciques do grupo de jogadores. Para reverter o resultado tem que reverter a postura. Isso me parece evidente.

.........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Recopa

O Inter inicia hoje à noite, contra o Independiente, a disputa pelo Bicampeonato da Recopa Sul-Americana, no estádio Libertadores da América, em Avellaneda. É uma partida fundamental para a temporada colorada.

A única dúvida na escalação de Osmar Loss está estabelecida em jogar com o jovem Delatorre no ataque, ou retomar o maldito 4-5-1 com três volantes. Nesse caso, entraria na equipe ou Glaydson, ou o lamentável Wilson Mathias.

Torço desesperadamente para que o Inter entre em campo com dois atacantes. O colorado tem que ter uma postura de time grande, e não se acovardar contra os argentinos. Com o esquema de três volantes e Damião isolado na frente, as perspectivas seriam as mais sombrias. Num campo pequeno, com o bafo na nuca da torcida argentina, e a motivação característica dos hermanos nesse tipo de jogo, o Inter apenas convidaria o Independiente a lhe aplicar um histórico sufoco.

Por isso, a necessidade de não jogar recuado. O Inter, mesmo com todos os seus problemas crônicos, zagueiros lentos, desfalques, e sem treinador, tem mais time que o Independiente. Mas para isso tem que se impor. Tocar a bola, atacar, variar jogadas. Tem que jogar como time grande que é, Campeão de Tudo.

Esta Recopa é fundamental, pois nela reside a última esperança de o Inter manter o mínimo de um título internacional por ano que tem conseguido desde 2006. Que não se comprometa essa esperança com uma escalação que, na prática, já demonstrou mais de uma vez ser equivocadíssima.

............................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Mercado

O Mercado está tenso.

O Mercado está nervoso.

O Mercado está ansioso.

O Mercado está inconstante.

O Mercado está oscilando.

O Mercado está em depressão.

Alguém, por favor, leve este tal de Mercado a um bom psiquiatra...

........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Overdose

Estômago em ebulição, queima, queima, queima.

Ar rarefeito nos pulmões.

Taquicardia violenta.

Visão turva.

Terríveis imagens.

Alucinações, perseguição.

Pressão alta, circulação comprometida.

Calafrios, suor gelado.

Verdades e mentiras misturadas em uma mente em pane.

Desmaio iminente.

Overdose de amor e ódio, combinação fatal.

.....................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

domingo, 7 de agosto de 2011

010811

Pode se lembrar do dia em que tentou ressuscitar?
Acordou pronto para vencer.
Seus olhos ainda brilhavam.
Mas os espíritos lá fora continuam tão pobres...

Então, você caminhou sem rumo.
Mendigos, bêbados, céu cinza.
A cada passo, uma verdade se revelava.
E a solidão ainda lhe acompanhava.

As pessoas são assim, sempre serão.
Jamais poderão compreender seus motivos.
Realidade nua e crua, eu sei que é difícil.
Apenas deixe de se importar com quem não se importa.

As promessas não foram cumpridas.
Sim, meu rapaz, te enganaram direitinho.
O pote de ouro era uma brincadeira de mau gosto.
Agora só lhe resta voltar.

A pureza de seu coração está comprometida.
Não lhe condenarei se deixar de fazer a coisa certa.
A vida desmente os ensinamentos de seus pais.
Revolte-se, se assim achar melhor, e faça sua rebelião.

Mesmo que ninguém lhe entenda, perverta toda a bondade.
Seus joelhos doem, mas nada mudou sua existência.
Escolha o melhor traje, a festa está preparada.
Não pare, não olhe para trás, apenas siga pela estrada escura: sua cegueira lhe guiará.

........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

sábado, 6 de agosto de 2011

Abacates, nomes e zoofilia

Pedro e Cláudia, conversando na lancheria:

- Sabe, Pedro, a única coisa de que não gosto na vida é abacate. Tenho horror a abacate.
- Como assim, Cláudia? Eu adoro! É uma das poucas frutas de que gosto!
- Não, não... Não gosto mesmo... Uma vez eu vomitei só de ver o meu pai comendo abacate com açúcar.
- Olha, depois disso acho que não posso mais ser seu amigo. Me desculpe!
- Lamento... Pensei que tínhamos condições de sermos amigos...
- Ah, pára com isso! É bom demais! Mas eu prefiro abacate batido com leite.
- Talvez o gosto até seja bom... Mas é a aparência dele amassado que me dá nojo. Parece uma gosma... Baba de monstro... Catarro do Shrek... Sei lá...
- É... Não tinha pensado por esse lado... Desse jeito você vai me transformar num abacatofóbico, também. É isso que você quer?
- Hahahaha, Pedro. Pode ter certeza. É uma consipiração contra os abacates.
- Mas é mesmo! Vou até criar a Marcha do Abacate. Você não vê no mercado suco de abacate, nem iogurte de abacate.
- Nem gelatina de abacate! E olha que gelatina é nada com coisa alguma em todos os sabores!
- Abaixo a abacatofobia! Tá decidido. Vou organizar a marcha.
- Embora eu seja uma abacatofóbica, apoio a marcha!
- Isso não pode ficar assim!
- Nossa, Pedro, com essa, acho que vou até trocar de nome. Dizem que o nome até influencia a personalidade da pessoa!
- Não sei se a personalidade... Mas tem muito a ver com a idade, com certeza. Tem aqueles nomes tipo "Agenor"... Eu nunca vi um bebê chamado Agenor.
- Mas agora pelo interior tá se criando uma mania de dar nome de velho para as crianças. É um tal de Ernesto pra cá, Vitório pra lá, Valentino acolá... Imagina só! "Gudi, gudi, Valentino"! Vê se pode!
- É mais fácil imaginar "Esqueceu de tomar o remédio da esclerose de novo, Valentino?"
- E, além dos nomes de velhos em bebês, tem aquelas pessoas que colocam nome de gente em cachorro. Já vi uma cadelinha chamada Maria. E trocentas chamadas Luna.
- Poxa... Eu já namorei uma moça chamada Luna...
- Olhou bem? Não tinha quatro patas, né?
- Não, não...
- Você não é chegado numa zoofilia, então... Tinha um cara na cidade em que eu nasci que foi preso por abusar de uma égua.
- Hahaha, que desespero!
- O pessoal descobriu porque um dia a "namorada" deu um coice na cara do cidadão, e deixou a marca da ferradura. Daí, passaram a segui-lo, e pegaram no flagra.
- Que coisa de maluco!
- E já teve denúncia do lado feminino da coisa também!
- Ah, pára!
- Sim! Uma moça foi pega com um pastor alemão.
- Uuuuufa! Ainda bem que não era um cavalo...
- Hahahahaha!
- Mas, você tem certeza de que esse pastor alemão não era, sei lá, um evangélico chamado Friderich?
- Não, não. Era um de quatro patas, mesmo. E dizem que ele era treinado! Tinha umas viúvas idosas fazendo leilão pelo bicho. Mas parece que ele foi contratado por uma produtora de filmes pornôs...
- É praticamente o José Mayer que abana o rabinho!
- Pedro, você sabe que vamos queimar eternamente no fogo do inferno, né?
- Sei, sim. Tudo bem...

(Este texto contou com a colaboração da minha amiga Ju.)
..........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Caos colorado

Ontem à noite, no Engenhão, o Inter esteve em mais uma jornada horrorosa. Osmar Loss, para variar um pouquinho, escalou o time colorado de forma covarde, com três volantes e Damião isolado no ataque. Não deu outra. Derrota de 2 a 0 para o Fluminense.

O primeiro tempo do Inter, apesar da péssima escalação, não foi dos piores. A equipe colorada mantinha a posse de bola e criava algumas boas oportunidades. Nelas, a bola sobrava para Tinga, que não tem o cacoete da finalização e que, definitivamente, jogando a bolinha de sagu que está jogando, não pode ser titular do Internacional.

A segunda etapa, por sua vez, foi uma lástima completa. A defesa vazou, como sempre, no gol de Souza. E o time virou uma massa indefinida, como sempre. O que se via era balão pra todo lado, e uma equipe sem a menor noção do que fazer em campo. Para piorar, D'alessandro perdeu um pênalti. E para fechar com chave de ouro, o "espetacular" fez um pênalti de juvenil e foi, graças a Deus, expulso.

Os problemas foram muitos. Nem falo mais da defesa ridícula, de jogadores ou velhos, ou ruins, ou preguiçosos, ou tudo isso junto, na qual apenas Muriel se salvou. O meio de campo foi um capítulo que já conhecemos. Toque, toque, toque, toque, toque, e pouca objetividade. Damião morreu de fome, como sempre. Que desperdício: o Inter tem o melhor centroavante em atividade no país, e não o utiliza!

Para piorar, havia Wilson Mathias, o espetacularmente grotesco volante que consegue ser de absoluta inutilidade: não sabe marcar, faz muitas faltas, é lento, e erra passes em escala industrial. Sugiro que no livro que pretende escrever um dia, Giovanni Luigi destine um capítulo a explicar o que essa porcaria de jogador faz que, vira e mexe, volta, com toda a força às escalações coloradas, mesmo sem jogar absolutamente nada. Mas talvez Luigi também não saiba. Ele não sabe nem o que está fazendo na presidência do Inter.

Osmar Loss a cada dia que passa prova que não tem as mínimas condições de comandar o time do Inter. Falta-lhe estofo. Falta-lhe coragem. Nem sequer se presta a utilizar com mais convicção os garotos. Se é verdade que o elenco colorado é limitado, também é verdade que um treinador sem pulso e que não tem aquilo roxo para escalar um time minimamente racional, com dois atacantes e sem as mais evidentes perebas, não contribui muito para dirimir essas limitações.

A única perspectiva atual do Inter está nos jovens das categorias de base. Mas o Inter não os utiliza devidamente. Dessa forma, o cenário é cada vez mais preocupante. Giovanni Luigi não tem a menor ideia do que vem acontecendo. Ontem, ao final do jogo, deu uma das entrevistas mais tragicômicas da história do Internacional. Está completamente sem rumo. O vice de futebol Luís Anápio Gomes entende tanto de futebol quanto eu entendo de física quântica. Só quem poderia mudar o panorama é Fernandão. Mas tudo indica que ele será engolido pela incompetência reinante.

Urge, no mínimo, a presença de um treinador que aproveite melhor as potencialidades do grupo. Nem tenho mais a esperança de reforços substantivos. O mercado está fechado, e exigiria criatividade e capacidade, coisa que a direção colorada, a cada dia que passa, prova não ter. Quero apenas alguém que coloque a casa minimamente em ordem, e evite a riverplatização do Inter ao final da temporada. Não sei se a direção vai fazê-lo. E muito menos sei se a direção quer fazê-lo.

.....................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Vida

Um banho de chuva.
A rapa do leite condensado.
Piada, risada.
Eis o encanto dessa coisa simples chamada vida.

Um grito de "Basta!" contra as injustiças.
O dia de cão num ônibus lotado.
Pessoas matando, pessoas morrendo.
Eis o desencanto dessa coisa complicada chamada vida.

Boca lambuzada de cachorro quente.
Um joelho ralado.
Cerveja gelada.
Eis o encanto dessa coisa simples chamada vida.

Crianças famintas, patrões empanturrados.
Beleza feia, mundo de aparências.
Muito ouro, pouca copa.
Eis o desencanto dessa coisa complicada chamada vida.

Um mergulho no mar.
Um quindim com café.
Antigo e doce amor cristalizado na retina.
Eis o encanto dessa coisa simples chamada vida.

Um beijo de boa noite, um tiro na madrugada.
Um gol do Inter, um gol do Grêmio.
Pequenas grandes alegrias, enormes minúsculas frustrações.
Eis os encantos e desencantos dessa coisa ao mesmo tempo simples e complicada chamada vida.
...........................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Remorso

Ele estava aterrorizado com o que acabara de fazer. Em sua frente, observava, em pânico, a mulher com a boca cheia de sangue.

O remorso lhe corroía a alma. Há uma hora atrás, parecia que só aquilo poderia ser feito. Era um desejo insaciável. Havia perdido todo e qualquer senso de razão.

Ainda estava com a faca na mão. Já não conseguia nem olhar para aquela mulher. O desgosto era imenso. A dor no coração era insuportável. Por quê? Por quê? Ele se questionava, mas não tinha como voltar no tempo.

Sentia-se imóvel. Sentia-se abalado. Jamais poderia se perdoar por aquele erro tão tenebroso. Pensava no futuro, pensava nas consequências. Talvez pudesse se mudar para bem longe. Quem sabe tentar esquecer tudo, começar do zero.

Ele matou! Ele matou, sim! Ele passou dos limites! Maldito pecado! E ele suava frio. Seus pensamentos estavam desordenados, sua mente estava absurdamente atormentada.

No intervalo do trabalho, resolveu matar um tempo com a esposa, comendo um churrasco mal passado. E estava dez minutos atrasado para a volta ao serviço.

Sua vida nunca mais será a mesma.

...............................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Memórias

Lolo. Merendinha do Fofão. Ruffles de presunto. Cheetos tubo. Yopa. São Luiz. Sopa do Popeye.

Atari. Super Nes. Mega Drive. Master System.

Cherry Coke. Mirinda. Guaraná Brahma.

Pega-Peixe. Aqua-Play. Pula-Pirata. Pense Bem. Caps da Sukita. Tazos. Ioiô da Coca-Cola. Óculos-canudinho do Chaves. Tamagochi. Futebol Gulliver.

Jaspion. Spielvan. Changeman. Jiraiya. Jiban. Metalder. Winspector. Cavaleiros do Zodíaco. Mac Gyver. Seinfeld. Blossom. Bronco. Chaves. Chapolim.

Dênis, o Pimentinha. Cavalo de Fogo. He-Man. Capitão Planeta. Hurricanes.

Bozo. Vovó Mafalda. Oradukapeta.

Família Dinossauros. Passa ou Repassa. Programa Livre. Chacrinha. Bolinha. Fantasia. Casa dos Artistas. Emergência 911. Caça-Talentos. Sessão Aventura. No Mundo da Lua. Xis Tudo. Glub-Glub. Rá-Tim-Bum.

Cemitério Maldito. O Predador. Brinquedo Assassino. Sexta-Feira 13. Titanic. Ghost. Aladdin. O Rei Leão. A Bela e a Fera. A Dama e o Vagabundo.

Solta o azulão, que ele achou a barata da vizinha na cama, foi de táxi, nadou e morreu na beira da praia.

Taffarel. Jorginho. Márcio Santos. Aldair. Branco. Mauro Silva. Dunga. Mazinho. Zinho. Bebeto. Romário.

Jorge Campos. Arce. Baresi. Lalas. Lizarazu. Tofting. Mätthaus. Valderrama. Aguinaga. Suker. Klinsmann.

André. Enciso. Márcio. Gamarra. Régis. Anderson. Fernando. Sandoval. Arílson. Fabiano. Christian.

Disquete. CD-ROM do Show do Milhão. Videocassete. Disco de vinil.

PC Farias. Impeachment. Anões do orçamento. Precatórios. Nicolau. Mensalão. Bolinha de papel assassina.

Nirvana. Mamonas. José Augusto. Fagner. Oasis. Alice in Chains. Carrapicho. Trem da Alegria. Billy Idol. A-Ha.

Carrossel. Rosa Selvagem. Chispita. Pérola Negra. Vamp. Rainha da Sucata. A Usurpadora. Que Rei Sou Eu? O Rei do Gado.

É... Tô ficando velho...

.....................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Blasé (2)

Pedro e Sérgio, conversando numa lancheria:

- Pedro, você não imagina o que comprei hoje pela manhã!
- Não, não imagino.
- Um corretivo, daqueles de apagar caneta.
- Nossa, parabéns.
- Sempre gostei deles. Quando era criança, eu errava de propósito só pra usá-lo.
- Uau, Sérgio. Infância emocionante, a sua.
- É... Era bem divertido... Er... Pedro, olha ali na mesa ao lado. Acho que o cara não tá passando bem.
- Ih, é verdade, olha aquilo! Que bizarro!
- Acho que ele tá tendo um ataque cardíaco. Tá se contorcendo todo!
- Nossa, que vexame.
- Patético.
- É... Acho que foi pra banha, olha só.
- Verdade... Não tá mais reagindo.
- Pena.
- Pelo menos ele morreu comendo, hehehe.
- Hahahaha, isso é bom. Eu também quero morrer "comendo", se é que você me entende...
- Hahahaha, com certeza, com certeza!
- É a melhor morte!
- Bom, vou ter que chamar o garçom, né... Ô garçom, vem aqui um pouquinho. Por gentileza, ligue pro IML, pra recolherem esse cara morto aqui do lado. Ah, e, por favor, me vê mais um xis coração. Com bastante catchup.

......................................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!