quinta-feira, 7 de julho de 2011

Olhos fugidios

Era uma manhã fria de junho. No ônibus, uma moça, que devia ter uns vinte anos, sentou-se de frente para mim. Ela era singularmente bonita. Mas não era escandalosamente bonita. Sua beleza não era óbvia. Era uma beleza imperfeita. E é este o tipo de beleza que mais me atrai. Belezas gritantes são avessas à contemplação. Belezas discretas exigem sensibilidade, sincronização do espírito do observador junto ao que é observado. Seus cabelos dourados configuravam impressionante harmonia com os olhos verdes, o nariz fino e a boca bem avermelhada e, ao mesmo tempo, delicada.

Mas o que mais me chamou a atenção foram os seus olhos. Eram bonitos e tristes. Eram fugidios. Fugiam de mim. Fugiam de todos. Fugiam do mundo. Fugiam de tudo. Seus olhos estavam em outra sintonia em relação àquilo tudo que a cercava. Talvez fosse esse o fator que a tornava mais bonita. Naquele cenário frenético, atordoante, um tanto alucinado, ela era diferente, uma figura que fora recortada de outra foto e colada ali. Naquele amontoado de piscinas rasas, seus olhos verdes eram reflexo do mais profundo dos oceanos.

Aquela moça não parecia estar triste. Ela parecia ser triste. Portadora da mais genuína das tristezas. Tristeza sem remédio, sem comprimido. Tristeza sem diagnóstico. Tristeza sem objeto ou motivo. Simplesmente tristeza. Cheguei a sentir vontade de roubar um pouquinho daquela tristeza para mim. Porque ela era verdadeira. E tudo que é verdadeiro é de alguma forma bom, grandioso, nobre, mesmo que seja doloroso.

Enquanto eu devaneava, a moça levantava. Desceria na próxima parada. E assim o fez. Seguiu sua vida, seguiu seu caminho. Provavelmente eu nunca mais torne a ver aqueles olhos tão reais e expressivos em um mundo tão falso e frio. Mas, mesmo sabendo que não voltarei a vê-los, não posso negar que eles me marcaram. E, de alguma maneira, mudaram alguma coisa na minha vida, para sempre...

...........................................................................
* O DC está concorrendo ao Prêmio Top Blog 2011. A votação do primeiro turno vai até o dia 11/10/2011. O link para o voto encontra-se à direita da tela. Participe! Vote! Divulgue!

Nenhum comentário: