domingo, 12 de junho de 2011

O tempo e a realidade

O tempo passou tão rápido.
Você não soube lidar com as passagens.
Agora lamenta as oportunidades perdidas.
O perdão nunca virá.

Eu sei que viver às vezes é traiçoeiro.
Mas entenda que nunca fomos donos de nós mesmos.
Fomos enganados por longos anos.
E você pensava que suas decisões estavam corretas e precisas.

Olhe-se no espelho: você já não é mais aquele garoto.
Observou o tempo passar, não soube arriscar.
Engula a seco todo o seu remorso.
Às vezes a segunda chance nunca se apresenta.

Relógio quebrado, calendário rasgado.
O tempo não voltará jamais.
Seus momentos de brilho ficaram apenas em sua memória.
E hoje as ruas estão frias demais para seu romantismo e nostalgia.

Sei que você tinha um pouco de razão quando se rebelou.
Você acreditava no que sentia.
Mas onde você chegou com isso?
Os anos passaram, e só agora a realidade aflora.


Nenhum comentário: