quarta-feira, 25 de maio de 2011

Sinaleira em BH

Eu estava caminhando pelo centro de Belo Horizonte. A sinaleira fechou para os pedestres. Uma moça parou ao meu lado.

Olhei para ela.

Me apaixonei por ela.

Fiquei com ela.

Comecei a namorar com ela.

Noivei com ela.

Casei-me com ela.

Briguei com ela.

Enjoei da cara dela.

Me divorciei dela.

E então, a sinaleira abriu para nós.

Nenhum comentário: