domingo, 22 de maio de 2011

Mau começo

A primeira partida do Inter no Brasileirão 2011 não foi nada do que se poderia esperar. É bem verdade que o colorado estava desfalcado. Porém, mesmo assim, não dá pra aceitar um desempenho tão fraco, e um empate lamentável contra os reservas do Santos.

Era uma chance de ouro: estrear bem, tirar três pontos de um candidato ao título e, de quebra, acabar com o tabu da Vila Belmiro. Mas o Inter esteve apático. Nivelou-se por baixo contra uma equipe desentrosada e fraca. Não teve alternativas ofensivas. Não teve a defesa exigida muito mais pela ruindade dos reservas do Santos do que por solidez do sistema de marcação.

O jogo foi de uma chatice sem igual. Ninguém merecia ganhar. Ninguém merecia sequer marcar gols. Nem um zero a zero seria condizente para refletir a ruindade da partida. Um -1 a -1 seria mais cabível e justo com a falta de futebol das duas equipes.

O Inter começou mal. Falcão terá que corrigir uma série de coisas para a próxima rodada, na qual o colorado enfrenta o Ceará, provavelmente enfraquecido por estar envolvido nas semi-finais da Copa do Brasil. Escalar dois atacantes pode ser um bom começo. Tirar o péssimo Daniel e colocar Glaydson, ou um boneco de posto, na lateral, também.

Fato é que tem que dar uma sacudida rápido. O preço por ficar patinando nas primeiras rodadas pode ser muito alto. E time que almeja o título não pode nem sequer pensar em pagá-lo.

Nenhum comentário: