terça-feira, 31 de maio de 2011

Barreiras

Barreiras se apresentam no caminho.
Tenho que ultrapassá-las.
Ontem estive desorientado.
Hoje sei que tenho de lutar para vencer.

Superar a dor, superar o cansaço.
Chegou a hora de entregar tudo para não me entregar.
Até poderão me matar, mas não agora!
Dependo de minhas forças, e do meu espírito.

Senti vontade de deitar, mas preciso permanecer em pé enquanto meu coração estiver pulsando.
Se sinto dor, é porque ainda vivo.
E enquanto viver, permanecerei bem aqui.
Olho para trás e vejo que as lágrimas podem ser o prelúdio da paz.

Estou de mãos dadas com a garota que amo em meu pensamento.
Sim, eu sonho com ela todas as noites.
Respiro e sigo, por fraqueza não vou parar.
Só a morte é capaz de me derrotar.

6 comentários:

Vitin Melo disse...

ótimo texto, barreiras todos temos.
Passa -> http://sentimentares.blogspot.com/

Bruno Mello Souza disse...

Olá, Vitin!

Obrigado pelo comentário!

Anônimo disse...

A garota esta em seus pensamentos porque voce quer, voce não acha isso? se quisesse mesmo estaria junto tentando ser feliz, garanto que voce sabe fazer isso !!!
BOA SORTE !!

Bruno Mello Souza disse...

Olá, Anônimo!

Infelizmente, nem sempre as coisas são tão simples quanto parecem, pois nem sempre dependem inteiramente das nossas atitudes.

Às vezes, fazemos tudo que é possível fazer, e nos encontramos, de repente, fadados apenas a esperar por algo que sequer sabemos se vai acontecer.

É meio cruel, mas é real.

Obrigado pelo comentário.

Abraço, e volte sempre!

Anônimo disse...

Então voce e do tipo que gosta de esperar , que pena!!!QUEM ESPERA NÃO TEM ATITUDE .
MAIS ADIMIRO PELA SINCERIDADE !!!

Bruno Mello Souza disse...

Caro Anônimo, ninguém GOSTA de esperar.

Às vezes as pessoas esperam porque já fizeram tudo o que podiam fazer, porque já não há mais o que se possa ser feito além de esperar.

Não é uma questão de ter ou não ter atitude. Pelo contrário, geralmente isso ocorre quando todas as atitudes que poderiam ter sido tomadas já o foram. Ou seja, estes casos muitas vezes ocorrem quando não há OPÇÃO outra que não seja a de simplesmente esperar.

É complicado, mas é simples...

Abraço.