segunda-feira, 11 de abril de 2011

O bom filho à casa torna

Paulo Roberto Falcão está de volta ao Inter. O melhor jogador da história do clube assume como treinador para buscar muitos títulos, principalmente Libertadores e Brasileirão. É sua segunda passagem como técnico do clube. Como jogador, marcou época. Foi Tri-Campeão Brasileiro. Foi uma lenda (http://www.youtube.com/watch?v=F-R3IQbn9Fs). Um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Como treinador, ainda jovem, passou também pela seleção brasileira, onde foi vice-campeão da Copa América. Agora, mais maduro, mais experiente, chega como um grande nome. Será a grande estrela do colorado.

Falcão, mesmo tendo sua imagem associada ao Inter, é respeitado também pelos gremistas. Como comentarista da Rede Globo, durante anos a fio, tornou-se talvez a opinião mais respeitada da imprensa nacional. Homem gentil, bem educado, de ideias claras, Paulo Roberto Falcão é referência absoluta.

Em alguns momentos, como comentarista, Falcão me parecia distante do Inter. Muito provavelmente por causa da responsabilidade de ser imparcial como homem de imprensa e opinador número 1 da maior emissora de televisão do país. Ainda assim, nos últimos tempos, Falcão se libertou um pouco. Perdeu o receio de mostrar o carinho pelo clube. Se reaproximou, devagarinho. E agora volta ao clube que o revelou para o mundo.

Falcão volta porque ele e o Inter são indissociáveis. Querendo ou não, o colorado está definitivamente tatuado em seu coração. E o Inter sempre terá nele uma marca absoluta do grande craque, do ídolo. Falcão e Inter têm uma linda história de amor. E essas grandes histórias de amor passam por caminhos, descaminhos, afastamentos e reaproximações, mas sempre terminam como têm que terminar: com a união do mais puro e forte sentimento. Falcão ama o Inter. Levava tijolinhos na época da construção do Beira-Rio. E a torcida do Inter ama Falcão.

O momento é histórico. É a fusão do saudoso passado do maior craque do clube com um Inter moderno, Campeão do Mundo, Bicampeão da América e Campeão de Tudo. O Inter mudou muito. Falcão também. Mas o Inter continua sendo o Inter. E Falcão continua sendo Falcão. Inter e Falcão estão juntos novamente. Estava escrito nas estrelas.

Seja bem-vindo de volta à sua casa, Paulo Roberto Falcão!

2 comentários:

Vitin Melo disse...

Ea GLOBO ? Parow ?
http://sentimentares.blogspot.com/

Bruno Mello Souza disse...

Olá, Vitin!

Sim, por contrato, se o Falcão fechasse algum contrato como treinador, automaticamente o seu compromisso com a Rede Globo estaria encerrado.

Abraço, e obrigado pela participação no blog.