quarta-feira, 20 de abril de 2011

Classificação garantida

Não foi uma grande atuação. Mas o Inter conquistou a vaga para as oitavas-de-final da Libertadores e a liderança do grupo. É assim que tem que ser. Quando se pega adversários ruins na primeira fase, tem que conquistar a liderança.

No primeiro tempo, o colorado teve imensas dificuldades para furar a retranca do atual líder do Campeonato Equatoriano. Poucas chances eram criadas, de lado a lado. Já no segundo tempo, o Inter cresceu. Passou a criar mais oportunidades de gol e ser mais incisivo. E assim, marcou dois tentos, com Sóbis e Damião. Vitória garantida, e agora vamos para o mata-mata.

Como já disse anteriormente, não foi uma grande atuação colorada na noite de ontem. Mas, ainda assim, numa jornada pouco inspirada, pôde-se notar a diferença de postura do Inter. O colorado de Falcão tem fome de bola. Não tem cerca-cerca e recuo. Não! Em todos os setores do campo, os jogadores buscam desarmar, efetivamente, os adversários. Assim como já havia ocorrido contra o Santa Cruz, não poucas vezes o Inter construiu contra-ataques interessantíssimos graças à intensa marcação na intermediária do adversário.

Já é possível notar avanços táticos importantes no Inter de Falcão, com uma defesa mais protegida e menos assediada, um meio campo de forte marcação e rápido na troca de passes, e um ataque que começa a criar alternativas importantes em termos de movimentação. Há muito o que melhorar? Certamente. Mas não se pode negar a rápida evolução apresentada pelo colorado sob o comando de Paulo Roberto Falcão.

Nenhum comentário: