quarta-feira, 16 de março de 2011

Jogo pra ganhar

Hoje à noite o Internacional fecha o primeiro turno da primeira fase da Libertadores contra o Jorge Wilsterman, na Bolívia. Celso Roth escala uma equipe mais racional, com Oscar no meio, e Wilson Mathias fora. Poderia ser ainda mais arrojado, mas daí já é querer demais do treinador colorado.

Seja com que escalação for, o Inter tem que vencer. O discurso de empatar fora e ganhar em casa é contestável. Valeria se o grupo do colorado não fosse a barbada que, convenhamos, é. Vale, aí sim, para a fase de mata-mata.

O grupo do Inter na Libertadores é fácil, e isso é inegável. Acredito que seja o segundo mais fácil do certame. Dessa forma, o colorado tem que aproveitar para pontuar o máximo possível, para levar as decisões da fase final para o Gigante.

O fraco Jorge Wilsterman é presa fácil. Tem que somar os três pontos. Já empatamos de bobeira com o Emelec. no Equador. Agora, o negócio é ganhar. Caso contrário, a já existente nuvem de desconfiança sobre o trabalho de Celso Roth ficará ainda mais carregada. E uma tempestade, agora, não seria bem-vinda.

Nenhum comentário: