domingo, 3 de outubro de 2010

Mãos dadas, peito aberto

Garota linda, preciso de um pouco de alívio.
A cada segundo que passa, você ocupa meu peito com mais força.
Os subterfúgios não resolvem.
Baby, você é a substância que preciso em minhas veias.

Garota, preciso dar mais algum passo?
Já não sei por onde ando.
Não me importo com a temperatura do asfalto.
Me faça sorrir, baby, você sabe que pode.

Garota linda, quero estar ao seu lado.
Gritar aos quatro ventos tudo o que sinto.
Me dê sua mão agora.
Baby, abandone seus medos enquanto abandono os meus: é o acordo de que precisamos.

Garota, farei o meu melhor.
Sejamos cúmplices deste crime promissor.
Vamos pegar em flores e criar um mundo novo e nosso.
Baby, vamos fazer uma revolução a dois.

2 comentários:

Anônimo disse...

ESTA APAXONADO , QUE SORTE !!!
Faça ela feliz!!

Anônimo disse...

Ele não esta apaixonado , esta doente de amor , e com medo, faça ela saber.