terça-feira, 19 de outubro de 2010

Anjo

Meu doce anjo, desculpe se em algum momento te machuco. Gostaria de ser o melhor para você. Mas continuo perdendo o sono. Continuo pensando em você.

Oh, meu lindo anjo, estou me corroendo. Não controlo minha mente. Sinto dor na cabeça e no coração.

Anjo do sorriso luminoso, me leve para longe da multidão. Os risos e palavras ao vento me deixam tonto. Quero apenas a serenidade de sua alma.

Anjo amado, o que posso fazer se me sinto fraco? Sou uma fratura exposta, um espírito desnudo. Me proteja, me aqueça, dê um significado a esse monte de coisas desconexas.

Anjo que me fez descobrir que estou vivo, não me deixe morrer, por favor. Tolere minhas limitações, minhas tolices. Tolere meu amor e meus gestos bobos. Deixe que eu exista para você. Me acolha em suas asas.

Nenhum comentário: