segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Vice e vaga

O Inter, com a vitória na tarde de ontem sobre o Santo André, garantiu o vice-campeonato no Brasileirão. O time colorado jogou uma belíssima partida e, com justiça, aplicou 4 a 1 no time do ABC paulista. A vaga direta na Libertadores também foi afirmada. O grupo na competição continental deve ser bem complicado, principalmente por haver a possibilidade bastante real de o Inter enfrentar dois adversários na altitude de Quito (o Deportivo Quito, já garantido, e a LDU, que ainda briga por vaga).

O saldo do centenário colorado termina levemente positivo. Terminamos o ano com um Gauchão em que o Inter aniquilou adversários, ganhou três Gre-Nais e aplicou 8 a 1 na final; com uma competição internacional conquistada no Japão, a Copa Suruga (praticamente uma ex-Copa Toyota, tão comemorada por aí...); além de dois vice-campeonatos nacionais e o vice-campeonato da Recopa Sul-Americana (é bem verdade que nessa competição o segundo também é o último).

Agora, o Inter tem que se mobilizar fortemente para a Libertadores 2010. Trazer um treinador de ponta e fortalecer o elenco, dispensando sanguessugas e ruindades, e trazendo atletas de alto nível, que tenham a ambição de jogar no Inter, pelo Inter.

Internamente, a cúpula colorada deve se reunir e pesar, de forma muito séria, os erros e acertos de 2009. E, convenhamos, foram muitos os erros. O Brasileirão podia ter sido ganho, sim, com um pé nas costas. Haja visto que com todos esses equívocos, o Inter terminou apenas a dois pontos do campeão. Dava pra ter ganho o título. Eu sei disso. Você, leitor, sabe disso. Espero que Píffero e Carvalho também saibam.

Por fim, estranhei bastante quando, ao final da tarde de ontem, vi gremistas na rua gritando, comemorando e buzinando. Como é alegre essa torcida tricolor! Certamente, aquela excitação toda fora motivada pela conquista da brilhante oitava colocação do Grêmio no Brasileirão. Só pode ser isso...

Nenhum comentário: