quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Falta pouco para 2010

Pois bem, caros leitores do DC, o ano de 2009 está de partida. Este, inclusive, é o último texto do ano por aqui, uma vez que esta tarde viajo para o litoral gaúcho com o intuito de recarregar um pouco as baterias, tomar umas biritas, e curtir o reveillon. Volto no dia 2 de janeiro. É 2010 na área!

Reflitamos, amigos, isso é fundamental. Façamos um balanço de tudo o que foi feito nesse ano. De certo e de errado. De sucesso e de frustração. Assim é a vida, e nada como a demarcação de um novo ano para que se faça toda essa "retrospectiva" com vistas a construir um 2010 ainda melhor do que foi 2009.

Mas, acima de tudo, agora, o negócio é curtir a virada do ano, tomar umas cervejas, comer tudo o que se tem direito, e comemorar, aproveitar. Muito. O único inconveniente do ano novo é a sacal corrida de São Silvestre. Que negócio mais sem sentido! Não chega nem a ser uma maratona! É um monte de cara que eu nunca (ou quase nunca) vi na vida, correndo, correndo, correndo, correndo, com uma musiquinha chata de fundo, em busca de uma vitória que dá uma grana e uma semana de matérias no Globo Esporte.

Aliás, já é de praxe: se o vencedor da São Silvestre for brasileiro, vai encher os tubos até que não suportemos mais olhar para a cara dele (e, para isso, não precisa mais do que dois dias), vai ter matéria do sujeito voltando para sua cidade, algo que geralmente é tipo Cabobó do Norte, e desfilando no carro de bombeiros para umas sete pessoas ficarem acenando. E no dia 10 de janeiro, ninguém mais vai lembrar nem do nome do vivente.

Porém, APESAR da São Silvestre, desejo a todos um feliz ano novo, cheio de alegrias, realizações, saúde e paz. Nem sempre tudo dá certo. É da vida. Mas que as coisas melhorem para todos, pelo menos nos aspectos mais urgentes. Um grande abraço! Até 2010!

Nenhum comentário: