segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Parabéns ao Flamengo, campeão brasileiro de 2009

O Flamengo se sagrou campeão brasileiro na tarde de ontem, e da minha parte, recebe as sinceras congratulações. O time rubro-negro, que começou a rodada com 61 pontos, terminou com 67 (três da vitória de ontem, contra o Corinthians, e três da vitória do próximo fim de semana, contra o Grêmio), não podendo, dessa forma, ser alcançado por nenhum dos concorrentes.

O Inter, em sua partida contra o Sport, não jogou nada demais. Aliás, só começou a realmente jogar a partir da metade do segundo tempo. Ganhou, fez o máximo que estava ao seu alcance, e está na Libertadores do próximo ano. Agora, no próximo fim de semana, o time colorado jogará contra o Santo André na busca do vice-campeonato. Haja visto que há poucas rodadas atrás até o famigerado G4 estava escorrendo pelos dedos, seria um belo prêmio de consolação em uma competição em que o colorado abusou do direito de errar e jogar pontos preciosos no lixo.

Não foi ontem que o Inter perdeu o título, claro que não. Foi no momento em que, durante a maldita janela não trouxe um lateral-direito de ofício. Foi no momento em que vendeu Nilmar sem reposição à altura. Foi quando demorou uma eternidade para demitir Adenor Bacchi do comando técnico. Foram equívocos em excesso.

Mas, mesmo com essa série de erros escabrosos, o Inter se classificou para a Libertadores. Não deve comemorar isso como um grande feito. Comemorar vaga é coisa pra time pequeno. E agora pode chegar, em caso de vitória, ao terceiro vice-campeonato nacional nos últimos cinco certames. Não é título, não é glória, não dá taça nem volta olímpica. Mas, mordiscando, mordiscando, de repente uma hora o colorado ganha o tal de Brasileirão.

Me despeço por hoje mais uma vez saudando o Flamengo, merecido campeão brasileiro de 2009, e avisando aos irmãos de continente: saiam da frente, que em 2010 o Inter vem quente em busca do Bi da Libertadores e do Bi Mundial.

Nenhum comentário: