quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Pra colar de vez

Chove em Porto Alegre. E bastante. Se a chuva se mantiver constante até a noite, com certeza teremos o confronto entre Inter e Atlético Mineiro em um campo encharcado. Não há drenagem que resista. Nessas condições, a necessidade de se jogar com raça triplica.

Se o jogo se der em condições de pólo aquático, as coisas se emparelham de vez. Qualquer desnível técnico entre as duas equipes vai para as cucuias. Então, o time que tiver o maior poder de superação estará mais próximo da vitória.

Mas consideremos também as condições normais de temperatura e pressão. Se a chuva ceder, e o gramado permitir o toque de bola, o componente técnico entra na pauta. E daí, amigos, o Inter tem muito mais bala na agulha do que o Atlético. Tem que igualar na determinação, é lógico. Emparelhando nesse quesito, o colorado tem bem mais time, e a vitória torna-se quase que uma consequência inevitável.

A manutenção do esquema bem sucedido de domingo é uma ótima notícia. Será um teste fundamental pra ver se aquele futebol empolgante apresentado pelo Inter contra o Goiás pode emplacar, ou se foi apenas um brilhareco. Além disso, a vitória nesta noite pode fazer o Inter colar de vez no líder Palmeiras, ficando apenas um ponto atrás do time do Palestra Itália. E aí, toda uma espécie de "aura positiva" pode tomar conta do contexto colorado, proporcionando a tão esperada sequência de vitórias e o embalo para o título. Se o colorado conseguir pegar embalo, o mesmo que São Paulo e Avaí, por exemplo, já tiveram na competição, tenho praticamente certeza: ninguém tira o tetra do Inter.

PS: O jogo desta noite marca mais um reencontro da torcida colorada com um ídolo: o Saci Renteria estará vestindo a camisa listrada do galo. Só espero que ele não não tenha nenhuma oportunidade de dançar o ruque-raque.

Nenhum comentário: