terça-feira, 18 de agosto de 2009

Só ouvindo e escrevendo...

Cada um de vocês tem um sistema digestivo. Cada um, um por um, possui um sistema digestivo. Cada um está funcionando, incessantemente. Cada um com seu metabolismo, seu tempo, suas substâncias.

Cada um é um só, e cada um é a mesmíssima coisa. Engraçado, muito engraçado. E daí? Quero mais do mesmo. Grande coisa! Simplesmente quero mais e mais, e ainda por cima quero sobreviver.

Quero sorrir. Adoro sorrir, quando o sorriso é sincero e do fundo do coração. Quero rir! É muito bom rir! Hahahahaha!

Fugir não adianta. Fugir nunca adianta. Quero estar e ser algo. Quero ser alguém ou alguma coisa. Tendo uma função qualquer, que seja.

Talvez eu pare e simplesmente olhe para a lâmpada. A lâmpada pode ser bem legal. Depende do ângulo. Todos estão calados e pensando, ou vomitando pensamentos inúteis do cérebro. É assim que funciona.

Eu, daqui, de mim mesmo, não assimilo nada. Sou um ente cenográfico. Simplesmente estou, sem ser. E daí? Nunca fui mesmo. Ah, só mais um pouquinho de hahaha. É necessário. É bom. É orgásmico.

Tudo parece inútil, mas sei que não é. É algo, algo que não compreendo, é verdade. Mas é algo. Algo que paira. Algo que se sobrepõe à minha humilde existência.

Calem as bocas e os cérebros! Parem de pensar! Preciso de um pouco de silêncio!

Nenhum comentário: