terça-feira, 7 de julho de 2009

Limites

A vida é cheia de limites. Limites de tempo. Limites de recursos. Limites de capacidade. Limites físicos e mentais. Os limites são aquilo que de certa forma escultura a nossa vida. São a nossa moldura.

Elementar que não podemos viver folgados em relação a tudo o que nos limita, ao redor e em nós mesmos. Talvez o grande segredo seja estarmos sempre perto de nossos limites em tudo o que fazemos, sem, no entanto, tocá-los.

Quando chegamos perto de nossos limites, quando ultrapassamos momentos em que fomos desafiados, é inevitável sentir um certo alívio. Fugaz alívio, é bem verdade. Somos constantemente instigados, chamados a defrontarmos nossos limites.

Claro que desafio em cima de desafio é um tanto cansativo. Precisamos de um refresco. Em dosagem moderada, bem moderada, é bom sermos desafiados. É bom conhecermos um pouco melhor aquilo que somos e aquilo que não somos capazes de realizar. É algo que confere algumas tonalidades interessantes à vida. Somos guerreiros, ora pois, lutando dia a dia contra nossos limites.

Nenhum comentário: