domingo, 7 de junho de 2009

Teste de fogo

O jogo deste final de tarde será um teste de fogo para o time do Inter. Enfrentaremos o fortíssimo Cruzeiro no Mineirão. Jogo forte, entre dois grandes times, dois grandes clubes. E o duelo torna-se mais complicado ainda se considerarmos que o colorado historicamente é freguesaço do Cruzeiro jogando em Belo Horizonte (da mesma forma que o time celeste não costuma nem sentir o cheiro da vitória quando nos enfrenta no Gigante).
O Inter tem quatro desfalques, sendo três muito difíceis de suprir. Primeiramente, os dois selecionáveis, Kléber e Nilmar. O primeiro, titular da seleção canarinho, faz muita falta no setor de marcação. Marcelo Cordeiro, que é bom jogador, diga-se de passagem, não marca nem horário no dentista. Foi pelo lado dele que mais penamos no jogo de Curitiba. Sem Nilmar o Inter perde sua melhor válvula de escape dos jogos de fora de Porto Alegre: a velocidade fulminante do atacante. E não teremos também o craque D'alessandro. Andrezinho é bom substituto. Mas o toque de classe de Andres faz falta para qualquer equipe da qual ele faça parte. Álvaro também não jogará. Aí está o desfalque mais tranquilo de repor. A entrada de Danny Morais não compromete em nada o sistema defensivo colorado. Álvaro foi nosso melhor defensor no Couto Pereira. Entretanto, sempre que o jovem Danny entrou, deu conta do recado.
Confesso que, haja visto todas as dificuldades que o duelo de hoje nos reserva, não considero o empate um resultado desprezível. Isso não quer dizer que o Inter tenha que jogar PELO empate. Também não quer dizer que deva explorar contra-ataques, estratégia ofensivamente inócua quando temos o não muito veloz Alecsandro no ataque. O Inter deve marcar muito forte e partir pra cima, tocar a bola no ataque, buscar os espaços que certamente aparecerão no vasto gramado do Mineirão. Seria ótimo se o Inter mantivesse a liderança, e pudesse além disso, abrir mais vantagem contra seus adversários diretos. Acima de tudo, o jogo de hoje pede pontuação. É assim que se ganha Campeonato Brasileiro. Fazendo todos os pontos possíveis, minimizando ao máximo o índice de desperdício. E no jogo de hoje, é possível pontuar. Basta o Inter adotar uma postura ativa diante do adversário.

Nenhum comentário: