segunda-feira, 29 de junho de 2009

Boa vitória

Um pouco da auto-estima colorada foi retomada com a vitória de 3 a 0 dos reservas do Inter contra o Coritiba. Mesmo com um time de suplentes, o colorado bateu o coxa com muita autoridade no Gigante. Acende, assim, a chama da torcida colorada para o partidaço de quarta-feira.

Bolaños teve atuação sensacional. Marcou os três gols colorados e mostrou ser uma bela alternativa em nosso plantel. De acordo com dados de Rogério Böhlke, da Rádio Guaíba, é o primeiro estrangeiro a fazer três gols em uma mesma partida com a camisa colorada. Acima de tudo, deixou claro que é infinitamente mais jogador do que Leandrão. Sim, pois na cabeça de Tite, Leandrão tinha prioridade. Tanto que no jogo contra a LDU, Adenor Bachi optou pela entrada do mongovante em detrimento de Bolaños. E nem vai passar pela minha cabeça a hipótese absurda de que Tite fez isso para irritar a torcida do Inter. Tite não faria isso. Não numa final de Recopa.

A vitória de ontem foi fundamental para recolocar o colorado na liderança do Brasileirão. Hoje, a briga pelo título se restringe a Inter, Atlético Mineiro e Vitória. Claro que o contexto provavelmente ainda vá mudar. Cruzeiro, São Paulo, Flamengo e Corinthians de São Paulo são times que podem dar mais do que vem dando. Por isso mesmo, a gordurinha criada pelo colorado em relação a essas equipes pode ser de suma importância ao final do certame.

Agora, as atenções se voltam para a quarta-feira. Outrora pessimista, agora me vejo tomado por um otimismo que só a mais genuína paixão por um clube que passou por tantas barreiras consideradas por todos (ou a grande maioria) intransponíveis pode justificar. Dá pra ganhar a Copa do Brasil. De um jeito ou de outro, na bola, na raça, no carrinho, no grito, de alguma maneira, não sei qual, o Inter VAI ganhar. Os camelôs paulistanos que tratem de obter todos os seus lucros com faixinhas de Corinthians campeão logo. Porque depois das 21:50h da quarta-feira, a fonte vai secar. Ah, vai.

Nenhum comentário: