quarta-feira, 20 de maio de 2009

Esse time é foda

Desculpem-me o termo. Mas esse atual time do Inter é foda. Não encontrei outro termo, outra forma de tratamento que melhor defina esse elenco de jogadores. Foda é a única palavra que contempla o que é esse plantel. Plantel que parece desconhecer os limites do futebol. Plantel que busca todas as vitórias, incessantemente. Plantel que não cansa de conquistar vitórias verdadeiramente épicas.
O jogo de hoje foi sensacional. Partidaço entre dois grandes times. Mas o Inter é melhor. Muito melhor, diga-se de passagem. O juiz fez péssima arbitragem. Deixou de marcar pênalti em Nilmar. Não expulsou Airton, em sua tentativa de assassinato sobre o mesmo Nilmar. E o Flamengo foi bravo, foi forte, valorizou a vitória colorada. E, quando tudo parecia perdido, entra Andrezinho. Não, ele não entrou pra marcar. Ele não entrou pra articular jogadas. Ele entrou somente pra fazer o gol. Estava escrito nas estrelas. Salve Andrezinho. Talismã colorado em jogos desse calibre. Há cerca de um ano, esse mesmo neguinho de coxa colada era a principal figura da partida na não menos épica vitória sobre o Paraná, na Copa do Brasil do ano passado.
E o que foi a torcida colorada depois do gol rubro-negro? De arrepiar. Não existe nada sequer parecido com essa torcida, em lugar nenhum desse mundo. A torcida colorada é única. E foi exatamente o que eu disse ontem: composta por cinquenta mil Guiñazus, que no momento de maior dificuldade, lutou junto e não desistiu da vitória. A torcida do Inter está de parabéns. O time do Inter, essa equipe espetacular, técnica, veloz, de futebol vistoso, mas acima de tudo raçuda, de saco roxo, composta por jogadores que realmente vestem a camisa com um engajamento inigualável, é um fenômeno sobrenatural. Ela acaba vencendo, aconteça o que acontecer, ganhe cada história a tonalidade que ganhar. Tal qual o Esquadrão Relâmpago Changeman, tal qual os Cavaleiros do Zodíaco, esse time, de um jeito ou de outro, acaba vencendo. O final é feliz. E, para o Inter, se não é feliz, é porque ainda não chegou o final (sei, é clichê, mas é o que me vem à mente). Como no ano passado, em que nos entristecemos com fracassos nas competições nacionais para terminarmos o ano consagrados como Campeões da América. Esse time acaba se sobrepondo a tudo e a todos.
A colônia flamenguista de Porto Alegre, talvez por ainda desconhecer a força desse time colorado, soltou foguetes e gritou pelas ruas. Desavisados eles. Ou inconsequentes. Mas, para esses flamenguistas, que, creio, devem ter saído de cavernas espalhadas pelas cidade, uma vez que eu realmente não sabia que tantos deles havia em Porto Alegre, fica a lição de vida: nunca, jamais, sob circuntância nenhuma, duvide do Inter. Por um simples, cristalino e inelutável motivo: esse time é foda.

Nenhum comentário: