sexta-feira, 22 de maio de 2009

A direita me enoja

A direita é das coisas mais nojentas que existem em termos de política, pelo menos pra mim. Ela é hipócrita até o último fio de cabelo. Atocha o povo com discurso de defesa dos fracos e oprimidos. Entretanto, opera apenas no sentido de satisfazer a vontade louca de acumulação de uma elite dominante que está cagando para qualquer coisa que ultrapasse os portões de suas "propriedades". Recebi um e-mail contra Dilma Roussef, baseado em sua ficha policial dos tempos da ditadura. Sabe aquela coisa de "comunista comedor de criancinha"? Mais ou menos isso. Sim, quando se está num período revolucionário, dentro de uma praxis revolucionária, assaltar, sequestrar e até mesmo matar fazem parte do jogo. É uma covardia agora esse discursinho moralista de extrema direita de que "Dilma era terrorista e assaltante". Imagine: você está sendo engolido por uma ditadura, e está num movimento que é diametralmente oposto ao que se está impondo. Como sustentar esse movimento num regime de autoritarismo, em que você é um ente ilegal e permanentemente perseguido? Vai ver, os esquerdistas tinham que ir ao Palácio do Planalto pedir um emprestimozinho para o movimento...
E mais: porque não se fala de tudo que os "defensores da ordem" no período ditatorial fizeram? Porque os mesmos que enchem a boca para chamar Dilma de terrorista não falam das barbaridades que se cometia contra quem tinha pensamentos políticos diferentes do poder instituído? A ditadura torturava e estuprava. Mas daí tudo bem. Era pra defender, afinal, os interesses de uma elite. Viva a tradição, família e propriedade!
A direita me dá náuseas. Ataca covardemente, sem pudor algum, em nome de seus interesses. A direita quer manter-se sempre como defensora dos pobres, desde que os pobres mantenham-se exatamente assim, pobres e subordinados. Vem bancar os bonzinhos e democratas quando são filhotinhos amamentados à base de todo tipo de abuso cometido sobre quem apenas defendia uma sociedade mais livre e socialmente justa.
A direita se disfarça cinicamente. Deixa as barbaridades que não diz em público para os anônimos espalharem internets a fora. E vai, assim, procurando dominar, subliminarmente, o inconsciente coletivo. A direita nunca transformará nada para melhorar a vida dos pobres. Infelizmente, grande parte da população ainda se engana com discursos bonitos, que escondem dentro de si um ultraconservadorismo que só serve exatamente para... conservar! Conservar a miséria, a pobreza e a exclusão social? É isso mesmo que você quer? É isso que está na agenda do dia para você? Pense bem.
Não acho o atual PT a oitava maravilha do mundo. Mas, pelo menos, temos hoje um governo minimamente preocupado com os setores mais pobres. Pode-se discutir o método, mas a intenção de melhorar a vida do povo é bastante clara e louvável. E isso arrepia a penugem da direita. Eles se coçam todos, até ficarem em carne viva. E olha que o atual governo não chega a ser, digamos, nada muito revolucionário. Mas já incomoda a direita asquerosa desse país. E, se incomoda a direita, tenha certeza, é um sinal positivo para o povo.

Nenhum comentário: