domingo, 8 de fevereiro de 2009

Gre-Nal em Erechim

Hoje tem Gre-Nal em Erechim. A televisão, sacanamente, transferiu a partida para às 19h 30. É um Gre-Nal cercado de expectativas. O Grêmio se prepara para a disputa da Libertadores da América, e o Inter busca azeitar o time.
Do lado colorado tem muitas coisas a se ajustar ainda. Primeiramente, a lateral direita está problemática. Danilo Silva não será titular ao longo da tmporada. A tendência é de que Arílton se estabeleça por ali. Mas Tite quer se resguardar defensivamente, e por isso vai escalar um zagueiro por ali. Na lateral esquerda, permanece a insistência com Marcão. Lamentável, porque é o pior dessa posição.
Se jogar Taison, o Inter precisará encontrar uma mecânica de jogo com dois volantes da segunda função. Alguns defendem que o Inter precisa de um cão de guarda, pois terá laterais apoiadores. Discordo dessa tese. O exemplo empírico de que se pode ter um time sem primeiro volante e com laterais de vocação ofensiva é o São Paulo campeão do mundo. Júnior e Cicinho não são laterais defensivos. São praticamente alas. E ao mesmo tempo, o meio de campo do tricolor paulista tinha Mineiro e Josué, nenhum dos dois quebrador de bola. Tendo qualidade e um pouco de organização tática, tudo se ajeita. Nessa polêmica, portanto, discordo frontalmente do grande Fernando Carvalho.
Acima de tudo, tenho certeza de que teremos um grande jogo no Colosso da Lagoa. Gre-Nal arrepia. Não é à toa que a revista Trivela o elegeu o maior clássico do Brasil. Quando a camisa vermelha fica frente a frente com a listrada em azul, preto e branco, algo diferente acontece. Uma eletricidade perpassa os corpos dos jogadores, alastra-se pelo estádio, e chega até nossos lares, seja pela tv, seja pelo radinho. Gre-Nal é um orgulho gaúcho.

Um comentário:

Guilherme Soares disse...

mas passa na tvcom? *-*
se eu fosse chato, comentaria só pra perguntar do jogo, mas como sou legal:
Façam suas apostas!
E que a pimenta arda no olho dos gremistas ;P