quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Valeram os 3 pontos

A vitória do Inter sobre o São Luiz em Ijuí valeu acima de tudo pelos 3 pontos. Até mesmo porque não daria pra se esperar uma atuação luxuosa de um time desfalcado de jogadores como Guiñazu, Alex e D'alessandro. E os substitutos deram conta do recado.
Rosinei jogou uma partida boa, talvez a sua melhor com a camisa do Inter. Muito abaixo ainda do que se exige, mas apresentou melhoras. Taison foi o melhor atacante colorado. Infernizou a defesa adversária, deu bons passes, driblou, chutou. É um jogador em franca ascensão. E Andrezinho jogou demais. Mesmo ainda sem as melhores condições físicas, o meia foi o maestro do time. Centralizou as ações do meio campo e marcou um belo gol de falta.
Pelo lado negativo, as laterais. Marcão não pode ser titular quando se tem Marcelo Cordeiro no banco. Ontem, o lateral reserva entrou e novamente melhorou a equipe, no lugar do robótico titular. Porém, mais cedo ou mais tarde Kléber estará entrando na briga, e será o titular. Pela direita, Bolívar se esforça, quebra o galho, não compromete. Mas custo a crer que alguém pense em sua titularidade absoluta. Arílton deve ser observado.
Acima de qualquer problema, valeram os 3 pontos. Início de temporada, time se entrosando, desfalques, tudo isso forma uma constelação de fatores que torna covardia exigir maiores brilhos do time do Inter nesse início de ano. Potencial, todos sabemos que esse elenco tem. Não adiantaria nada "gastar a bola" agora, contra São Luiz, Zequinha, Santa Cruz, e sucumbir mais tarde, contra Corinthians, São Paulo, Flamengo, River e Boca. Importante, agora, são os resultados. Bom futebol mesmo será necessário mais pra frente na temporada.

Nenhum comentário: